Colunas

Meu amigo Corto Maltese

26/05/2017 // 3 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "Conheci Corto Maltese muitos anos atrás e desde o primeiro momento nos tornamos amigos. Há quem diga que o lendário aventureiro desapareceu de vez durante a guerra civil espanhola. Alguns chegaram até mesmo a afirmar que ele teria perdido a vida naquele conflito, combatendo nas Brigadas Internacionais. Não, isso não é verdade. Corto está bem, podem apostar. E cheio de energia e entusiasmo, como de costume. Sempre surgirá, entretanto, alguém para retrucar que se trata de algo impossível. Afinal, Maltese nasceu no dia 10 de julho de 1887, em Valletta (Malta). Ou seja, estaria completando 130 anos! Por favor, não deem ouvidos aos céticos e burocratas. E creiam em mim: o marujo alto, magro e pensativo, com seu quepe inconfundível e cigarro entre os lábios finos está mais ativo do que nunca." [...]

Cai, não cai… mas, afinal, o que deve cair?

23/05/2017 // 26 comentários

Por Mauro Iasi / "A presente crise não clama por mais democracia representativa, mas indica seu mais evidente limite, o que exige urgentemente uma nova forma política. Há uma alternativa que se abre na medida em que a crise política se converte em crise do Estado." [...]

Triste fim da imprensa? O embate entre Lula e Moro “em revista”

22/05/2017 // 7 comentários

Por Rosane Borges / "A atual crise da imprensa é, na verdade, a crise do modelo de negócio que estruturou a imprensa monopolista e não do jornalismo. Faz-se urgente o exercício do jornalismo para além das fronteiras de um negócio que, para manter-se a todo o custo, atenta contra os princípios da própria imprensa." [...]

Diretas já – pelos direitos e pela democracia

18/05/2017 // 7 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Os últimos desdobramentos da crise política deixam claro que se tornou insustentável a permanência de Michel Temer no poder. As evidências que partem das denúncias de Joesley Batista são fortes demais, mesmo com a enorme tolerância que cerca o atual governo. A reação da bolsa de valores e do câmbio mostra que o capital entendeu que a manutenção de Temer gera desgaste excessivo. Se ele alimentou a esperança de abafar o escândalo com a cumplicidade do Congresso, do Judiciário e da mídia, como vinha fazendo até agora, essa esperança se desfez nas últimas horas." [...]

Crítica e ideologia em tempos de “pós-verdade”

17/05/2017 // 3 comentários

Por Christian Dunker / "Expressões como 'pseudociência' ou 'pseudointelectual' são recorrentes entre autores que se consagram à pós-verdade, justamente porque, na medida em que elas o guarnecem na posição de quem pratica a denúncia, isso aparentemente os blinda da crítica de estarem, eles próprios, fazendo 'pseudoepistemologia' ou 'pseudocrítica'." [...]

Leituras de Marx no Brasil

16/05/2017 // 5 comentários

Por Lidiane Rodrigues / "Este livro é um documento inestimável para se constatar a relevância da forma e da vida social de uma leitura. Ele reúne depoimentos dos 'corações veteranos' de uma das primeiras experiências de auto-organização para ler Karl Marx em grupo." [...]

Álvaro Lins: o liberal sem medo da democracia

15/05/2017 // 2 comentários

Por José Paulo Netto / "Pela sua obra de crítica literária e pelo seu exemplo de altivez política, Álvaro Lins não deve e não pode ser esquecido pelos brasileiros. No primeiro plano, registra-se a perda daquele que Drummond não vacilou em qualificar, sem ironia, o “Imperador” da crítica do seu tempo; no segundo, apaga-se a trajetória exemplar de um liberal que não teve medo da democracia." [...]

Antonio Candido, intérprete do Brasil

12/05/2017 // 5 comentários

Em homenagem a Antonio Candido de Mello e Souza, crítico literário, engajado militante socialista e figura pioneira da nossa dita "tradição crítica", que nos deixou hoje, dia 12 de maio de 2017, o Blog da Boitempo disponibiliza, na íntegra, o capítulo dedicado a ele, e assinado por Flávio Aguiar, no livro "Intérpretes do Brasil: clássicos, rebeldes e renegados", organizado por Luiz Bernardo Pericás e Lincoln Secco. [...]

O futuro da democracia no Brasil

05/05/2017 // 9 comentários

Por Luis Felipe Miguel / Sem mobilização social permanente para além das instituições políticas, por meio das greves, ocupações, manifestações, “perturbações da ordem pública” e outros atos de desobediência civil, permaneceremos prisioneiros do dilema que sempre assombrou a política brasileira: o regime democrático só sobrevive quando abre mão do enfrentamento das desigualdades. [...]

O primeiro e-book a gente nunca esquece

04/05/2017 // 2 comentários

Por Flávio Aguiar / "Acaba de sair na praça virtual meu primeiro e-book: trata-se de um romance policial, O legado de Capitu. Sinto-me assim como se tivesse atravessado o Rubicão, tanto pelo novo formato (para mim) da edição, quanto por ter passado a fronteira de um novo (também para mim) gênero." [...]