Luiz Bernardo Pericás

Meu amigo Corto Maltese

26/05/2017 // 4 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "Conheci Corto Maltese muitos anos atrás e desde o primeiro momento nos tornamos amigos. Há quem diga que o lendário aventureiro desapareceu de vez durante a guerra civil espanhola. Alguns chegaram até mesmo a afirmar que ele teria perdido a vida naquele conflito, combatendo nas Brigadas Internacionais. Não, isso não é verdade. Corto está bem, podem apostar. E cheio de energia e entusiasmo, como de costume. Sempre surgirá, entretanto, alguém para retrucar que se trata de algo impossível. Afinal, Maltese nasceu no dia 10 de julho de 1887, em Valletta (Malta). Ou seja, estaria completando 130 anos! Por favor, não deem ouvidos aos céticos e burocratas. E creiam em mim: o marujo alto, magro e pensativo, com seu quepe inconfundível e cigarro entre os lábios finos está mais ativo do que nunca." [...]

O “Tex” de Breccia

17/03/2017 // 2 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "A técnica apurada de Enrique Breccia pode ser admirada em cada página. Se em outras épocas ele desenhara o cenário da Patagônia e dos pampas, desta vez transporta sua aventura para o Velho Oeste na América do Norte." [...]

O Governo Temer, os ruralistas e a resistência dos indígenas

17/06/2016 // 2 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "A população indígena brasileira tem motivos para se preocupar com o governo interino encabeçado por Michel Temer e sua quadrilha. As demandas históricas dos povos originários não recebem a devida atenção das autoridades nem visibilidade da imprensa e suas causas são, frequentemente, relegadas a um segundo plano na esfera do Estado. O resultado: perseguição crescente às suas comunidades, assassinatos, abandono ou descaso em relação à infraestrutura básica e perda de território." [...]

A história por trás do golpe

07/06/2016 // 3 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "Nos dias atuais, Caio Prado Júnior por certo se levantaria contra as manobras e articulações que buscam levar adiante um processo arbitrário das elites brasileiras para assumir o poder e aplicar uma agenda ainda mais retrógrada, entreguista e privatizante, que será altamente prejudicial às massas." [...]

Ponte para o abismo

27/04/2016 // 9 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás // "A crise atual, por pior que seja, está reenergizando as mobilizações sociais e poderá aglutinar a esquerda. E isso é um alento. Que os nossos santos padroeiros, São Marx e São Lenin, nos ouçam. E nos ajudem. A luta será longa..." [...]

A trajetória política de Caio Prado Júnior

06/04/2016 // 5 comentários

Bernardo Ricupero / "A trajetória de Caio Prado Júnior se confunde com a do Brasil do século XX. Como importante personagem de nosso país, muito já se escreveu sobre ele. Ainda assim, vários aspectos de sua vida e de seu pensamento foram pouco explorados ou discutidos. Detalhes de suas relações políticas, leituras, viagens aos países socialistas e avaliações sobre alguns temas candentes de sua época permanecem desconhecidos do grande público. A biografia política escrita por Luiz Bernardo Pericás, um estudo de fôlego sobre o intelectual paulista, vem a suprir essa lacuna." [...]

Um olhar argentino sobre o Brasil: Raymundo Gleyzer e “La tierra quema”

29/01/2016 // 1 comentário

Luiz Bernardo Pericás / "A câmera de filmar como arma de combate. Era assim que o documentarista argentino Raymundo Gleyzer via sua arte. O diretor portenho pode ser colocado junto com Glauber Rocha, Santiago Alvarez, Fernando Pino Solanas e Octavio Getino como um dos maiores expoentes do cinema engajado de sua época. Mas se estes dois últimos, responsáveis por levar às telas o clássico La hora de los hornos (1968) eram peronistas de esquerda e membros do grupo “Cine Liberación”, Gleyzer seria guevarista e integrante do PRT (Partido Revolucionário dos Trabalhadores)." [...]