Luis Felipe Miguel

A cidadania sitiada

14/11/2016 // 6 Comments

Por Luis Felipe Miguel / "Apostar que em 2018 teremos uma reversão do quadro é não entender a natureza do processo político em curso. A continuada criminalização da esquerda política torna o próximo pleito presidencial muito mais difícil do que foram os anteriores. O cerceamento dos espaços de debate amplifica a influência já gigantesca dos oligopólios da mídia. Mais importante ainda, a destituição da presidente Dilma Rousseff sinalizou que os interesses dominantes no Brasil definiram uma tutela sob os governantes eleitos. Mesmo que ocorra a vitória eleitoral de uma candidatura mais popular em 2018, ela precisará enfrentar esta tutela, o que significa, em primeiro lugar, que terá margem limitada para reverter o retrocesso destes últimos tempos." [...]

Transição à ditadura

28/10/2016 // 15 Comments

Por Luis Felipe Miguel / "Assim como sofremos um golpe de novo tipo, estamos vivendo o início de uma ditadura de novo tipo – a palavra “ditadura” pode parecer excessiva, mas é exatamente disto que se trata." [...]

PEC 241: A ofensiva do capital

14/10/2016 // 8 Comments

Por Luis Felipe Miguel / "Entre as muitas medidas que revelam o programa que o governo ilegítimo de Michel Temer deseja implantar, a PEC 241 é a mais cristalina. A PEC é a tentativa de engessar as políticas do Estado brasileiro por vinte anos, isto é, por cinco mandatos presidenciais – feita por um presidente que não conquistou nenhum mandato. Há muito o que discutir na PEC, mas o principal talvez seja a falta de discussão. É uma proposta com enorme impacto na vida do país, mas foi simplesmente tirada de uma gaveta: não houve debate com a sociedade e não há debate no Congresso, em que a os parlamentares da situação, instruídos pelo governo Temer, estão apenas cumprindo o ritual, da maneira mais acelerada possível." [...]

Para entender o Golpe

01/09/2016 // 10 Comments

Por Luis Felipe Miguel / "A reflexão sobre o golpe de 2016 impõe a adoção de uma moldura teórica capaz de abranger o conflito social para além de sua expressão nas instituições vigentes." [...]

O colapso da democracia no Brasil

06/05/2016 // 9 Comments

Luis Felipe Miguel / "Sob a presidência de Michel Temer, o regime político brasileiro perde o direito de ser chamado de 'democrático', mesmo na compreensão menos exigente da palavra." [...]

Qual democracia para qual universalidade?

04/03/2016 // 1 Comment

Luis Felipe Miguel // "É melhor pensar no compromisso radical com uma democracia mais próxima do seu sentido normativo originário, o que exige a pressão pelo alargamento das instituições vigentes, na direção de uma universalidade que não limite seus horizontes ao mercado e à ordem burguesa." [...]
1 2