Jones Manoel

Contra o revisionismo histórico: o pacto de não agressão germano-soviético e a Segunda Guerra Mundial

25/10/2019 // 6 comentários

Por Jones Manoel / "A verdade é que, se hoje o mundo não fala alemão e a escravidão racial aberta não campeia pelo mundo, se a barbárie colonialista sofreu duros golpes no século XX, devemos agradecer à União Soviética – seu povo, o Exército Vermelho, o Partido Comunista da URSS e seu líder máximo, Josef Stálin. É isso que a União Europeia quer ocultar, mas não vai conseguir." [...]

Marx era um pensador eurocêntrico e racista?

15/10/2019 // 2 comentários

Por Jones Manoel / "Com Kevin Anderson, podemos sair da defensiva e afirmar sem medo: Marx é, mais do que nunca, um autor para todas e todos os que lutam pela emancipação humana. Um pensador radicalmente universal porque compreendeu as particularidades do mundo em que viveu." [...]