• Marxismo e lutas LGBT, para além da “cortina de fumaça”

    Com textos de Judith Butler, Angela Davis, Amanda Palha, Renan Quinalha, Isadora Lins França, Rafael Dias Toitio e Mario Mieli, entre outros, novo número da Margem Esquerda, revista semestral da Boitempo, enfrenta articulações teóricas e políticas entre marxismo e lutas LGBT. [...]
  • Oniropolítica: alegorias da violência no Brasil contemporâneo

    Christian Dunker / Mais do que a regressão da biopolítica para a necropolítica e do círculo fechado e inversivo entre soberania e violência, o que “Bacurau”, lido junto com a peça “Casa Submersa”, propõe é uma oniropolítica: a restauração de nossa capacidade de sonhar, de olhar para o lado e de coabitar várias temporalidades contraditórias. [...]
  • Tudo demorando em ser tão ruim

    Por Mauro Iasi / "Ouvi dizer que anda triste. É compreensível, os tempos andam bicudos. A única coisa que gostaria de dizer é: não fiquem sozinhos. Atravessar a tristeza é difícil. Sozinho é impossível." [...]
  • O que Marx entendia sobre a escravidão

    Por Kevin B. Anderson / "Marx, como gerações de socialistas, viu o caráter particularmente capitalista da escravidão no Novo Mundo – e o elo inextrincável entre a emancipação dos escravizados e a libertação de toda a classe trabalhadora." [...]

Últimas colunas [ver todas]

Mais lidas do ano

Na estante da Boitempo

Dossiês especiais

TV Boitempo | Destaque da semana

Busca

Boitempo no Instagram

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Boitempo no Twitter

Revista da Boitempo

Assinatura anual

Duas edições, desconto de 10%
R$ 60,00
R$ 54,00

Assinatura bi-anual

Quatro edições, desconto de 15%
R$ 120,00
R$ 102,00

Margem Esquerda

A revista da Boitempo traz ensaios de fôlego sobre os principais acontecimentos de nosso tempo e sobre a conjuntura sociopolítica no Brasil e no mundo, além de estudos sobre os clássicos do marxismo e entrevistas aprofundadas que traçam trajetória intelectual, política e cultural de figuras de destaque na esquerda de hoje, no Brasil e no mundo. Desde 2003, a publicação semestral vem contribuindo de forma decisiva para a difusão do pensamento crítico, consolidando-se como um importante espaço de debate teórico e político da esquerda brasileira.