O pensamento crítico vive! 2019 na Boitempo e nossos planos para 2020

Que venha 2020 e que sigamos, juntos, comprometidos com a construção de um mundo melhor!

Foto: Lule Veras

O ano que está chegando ao fim foi de muitos desafios e provações para os comprometidos com uma sociedade justa e sem opressões. Foi decisivo para reafirmar nosso compromisso com a formação de leitores e com a edição de livros para tempos difíceis, levando às livrarias de todo o país obras que debatem questões urgentes no Brasil e no mundo marcado pela ascensão do conservadorismo.

Não foi um ano fácil para o mercado do livro e para a cultura em geral e por isso nos orgulhamos muito dos quase 40 títulos novos e de 110 reimpressões. A produção de livros em um país de porte continental, marcado por baixíssimos índices de leitura, não faz sentido por si só e é por isso que, desde a sua fundação em 1995, a Boitempo tem se dedicado a diversas maneiras de formar leitores e cidadãos. Para além de edições com material de apoio à leitura, nossa equipe se dedica à organização de eventos inclusivos e à produção de conteúdo didático gratuito na TV Boitempo, em nosso Blog e no Armas da Crítica (nosso podcast, que será retomado no próximo ano!).

Convidamos nossos leitores – a quem agradecemos uma vez mais e sem os quais nada disso seria possível – a acreditarem também no poder transformador da leitura comunitária (grupos de estudos, clubes de leitura etc.). Tirem os livros da estante e levem-nos para passear.

Que venha 2020 e que sigamos, juntos, comprometidos com a construção de um mundo melhor!

Leituras para tempos difíceis

Confira em nosso Blog uma retrospectiva dos livros lançados neste 2019, que teve obras de Angela Davis, Anita Prestes, bell hooks, Boaventura de Sousa Santos, Christian Laval, Cinzia Arruzza, Domenico Losurdo, Friedrich Engels, Jorge Grespan, Leonardo Padura, Luiz Bernardo Pericás, Luiz Eduardo Soares, Nancy Fraser, Nurit Peled-Elhanan, Olga de Dios, Patricia Hill Collins, Ricardo Antunes, Silvia Federici, Tithi Battacharya e Vladímir Lênin.

Pensamento crítico que move multidões

Foto: Heleni Andrade

Em outubro organizamos um dos maiores eventos da história da Boitempo – e talvez do mercado editorial brasileiro –, o Seminário Internacional Democracia em Colapso?, em parceria com o Sesc São Paulo. Com uma programação que contou com cerca de 50 dos maiores ativistas e pensadores da atualidade, como Patricia Hill Collins, Silvia Federici, Michael Löwy, Vladimir Safatle, Ricardo Antunes e Marilena Chaui, o evento está sendo publicado integralmente na TV Boitempo. O destaque foi a participação de Angela Davis, no encerramento do seminário, seguida de uma conferência gratuita no Auditório Ibirapuera para um público aproximado de 20 mil pessoas, seguida de uma atividade no Teatro Odeon do Rio de Janeiro. Ao longo do ano, produzimos ainda diversos cursos e participamos da organização de atividades com convidados internacionais como David Harvey, Leonardo Padura, Cinzia Arruzza, Tithi Battacharya e Boaventura de Sousa Santos.

Marx vive!

Foto: Heleni Andrade

Em 2019 repetimos a parceria com a Fundação Lauro Campos e Marielle Franco para promover uma festa de aniversário para Karl Marx. Mais de 2 mil pessoas acompanharam as atividades que contaram com aula, debates e um encontro dos maiores youtubers e podcasters marxistas do país. Há mais de 20 anos a Boitempo vem publicando as obras de Marx e Friedrich Engels, sempre a partir de traduções feitas diretamente dos textos originais. O cuidado editorial e a precisão técnica das edições fizeram da Boitempo referência nas obras desses autores, no Brasil e no mundo. Não sabe por onde começar? Jorge Grespan dá uma dica!

Por um feminismo para os 99%!

No 8 de março, a Boitempo se somou a diversas editoras em todo o mundo para publicar simultaneamente o manifesto Feminismo para os 99%, escrito por Cinzia Arruzza, Tithi Bhattacharya e Nancy Fraser. Compartilhamos da perspectiva das autoras de que é preciso construir internacionalmente um feminismo anticapitalista, antirracista, antiLGBTfóbico e indissociável da perspectiva ecológica do bem viver. O ano contou ainda com a estreia em nosso catálogo de Patricia Hill Collins e Silvia Federici, bem como a biografia de Rosa Luxemburgo, assassinada um século atrás por dedicar sua vida à luta por uma sociedade emancipatória para todas e todos.

Livros para o amanhã

A democracia e o mundo que queremos não existe sem as crianças. Em 2019, Boitatá lançou 6 novas obras: Pinóquio e o pequeno livro das verdades, de Alexandre Rampazo; Minha dança tem história, de bell hooks e Chris Raschka; Os três irmãos de ouro, de Olga de Dios; O rato e a montanha, de Antonio Gramsci e Laia Domènech; O boitatá e os boitatinhas, de Mouzar Benedito e Hallina Beltrão, e Lute como uma princesa, de Vita Murrow e Julia Bereciartu. Todas as obras de nosso selo infantil são pensadas para aguçar a curiosidade dos pequenos, enriquecer o imaginário e introduzir temas cidadãos desde a primeira infância. Afinal, política também é coisa de criança!

Uma visita ilustre

Recebemos a visita do canal Litera Tamy, que gravou uma conversa com nossa diretora Ivana Jinkings e com a nossa equipe para o quadro ‘Papo de editora’. O material ficou tão bacana que a série terá quatro partes – a primeira e a segunda já estão disponíveis.

Lula Livre!

Foto: Ricardo Stuckert

“Um governo que tem coragem de ofender Fernanda Montenegro, Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil merece uma lição: a derrota que vamos impor a eles.” Encerramos o ano promovendo um inesquecível ato de lançamento da edição ampliada e revista de A verdade vencerá: o povo sabe por que me condenam, com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Após 580 dias encarcerado em Curitiba, impedido de participar de eleições presidenciais nas quais era favorito, Lula seguiu central na cena política e agora volta às ruas do Brasil – em 2020, Lula e seu livro viajarão todo o país.

O que preparamos para 2020

Saiba, em primeira mão, algumas novidades nas quais estamos trabalhando para o ano que vem!

  • Últimos escritos econômicos, de Karl Marx (Coleção Marx-Engels)

  • A dialética da natureza, de Friedrich Engels (Coleção Marx-Engels)

  • Coletânea com textos essenciais de David Harvey

  • Capitalismo em debate, de Nancy Fraser e Rahel Jaeggi

  • Últimos anos (1966-1971): entrevistas, de György Lukács (Coleção Biblioteca Lukács)

  • O que fazer?, de Vladímir Lênin (Coleção Arsenal Lênin)

  • Ressentimento, de Maria Rita Kehl

  • O privilégio da servidão (edição revista e ampliada), de Ricardo Antunes (Coleção Mundo do Trabalho)

  • Um porto na história do capitalismo, Sérgio Costa e Guilherme Gonçalves (Coleção Mundo do Trabalho)

  • Fala baixinho, de Janaina Tokitaka (Boitatá)

  • A cicatriz, de China Miéville (romance)

  • Belhell, de Edyr Augusto (romance)

  • Além de novas obras de Angela Davis, Patricia Hill Collins e Silvia Federici.


Equipe Boitempo: Artur Renzo, Carolina Mercês, Clarissa Bongiovanni, Débora Rodrigues, Dharla Soares, Elaine Ramos, Frederico Indiani, Heleni Andrade, Higor Alves, Isabella Marcatti, Ivam Oliveira, Ivana Jinkings, Joanes Sales, Kim Doria, Livia Campos, Luciana Capelli, Marina Valeriano, Marlene Baptista, Maurício Barbosa, Pedro Davoglio, Raí Alves, Talita Lima, Thais Rimkus e Tulio Candiotto.

1 comentário em O pensamento crítico vive! 2019 na Boitempo e nossos planos para 2020

  1. Francisco Assis Dos Santos // 17/12/2019 às 3:50 am // Responder

    Tenho enorme prazer nas leitura recebida da Boitempo. Parabéns aos seus idealistas, pois é preciso muito ideal para fazer o que fazem.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: