feminismo

Precisamos falar sobre gênero

08/12/2017 // 2 comentários

Por Flávia Biroli / "Enquanto a precarização da vida dilui vínculos e constitui novas subjetividades, a construção política das inseguranças pode obscurecer os circuitos reais em que essa precarização se estabelece. Trata-se da mobilização política de estereótipos e preconceitos presentes na sociedade para ativar inseguranças e situá-las como questões de ordem moral." [...]

Entender as opressões para combatê-las

10/11/2017 // 9 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Não se trata mais apenas expressar os interesses de uma classe operária entendida como sujeito coletivo unitário, mas de construir a vontade política e a unidade na ação de uma multiplicidade de grupos dominados. Para isso, entender com profundidade como se cruzam as diversas estruturas de opressão é fundamental." [...]

A Revolução também foi feminista

25/08/2017 // 5 comentários

Por Flávia Biroli. Há alguns anos, o silêncio sobre a participação das mulheres nas revoluções de fevereiro e outubro de 1917, na Rússia, vem sendo rompido. No Brasil, a Boitempo publicou, [...]

Feminismo e política em tempos de retrocessos

23/06/2017 // 25 comentários

Flávia Biroli discute as relações entre o movimento feminista e o projeto neoliberal à luz da conjuntura brasileira após o golpe de 2016. E provoca: "Uma crítica que se recuse a lidar com as políticas do cotidiano pode ser tão frágil quanto uma crítica que se recuse a encarar as implicações das instituições e do projeto neoliberal para as relações e para as vidas das mulheres." [...]

Um marco na história dos direitos das mulheres: a ação pela descriminalização do aborto e a Greve Internacional de 8 de março

08/03/2017 // 8 comentários

Flávia Biroli / "Neste momento especial, eu me uno e me solidarizo com mulheres brasileiras e de todo o mundo em suas lutas. Neste 8 de março, eu paro com voz crítica apontada para o capitalismo predatório, que nos rouba energia, tempo, saúde física e psíquica, os aparatos coletivos para a proteção e o cuidado, a possibilidade de que os afetos sejam bem-vividos em vez de nossos corpos serem violados pelo casamento (in)feliz entre neoliberalismo, machismo, homofobia e racismo." [...]