pt

Mais Mano Brown: reflexões pós-eleições (parte 1)

01/11/2018 // 5 comentários

Por Juliana Borges / "O discurso de Mano Brown foi muito mal interpretado, principalmente pelos setores médios do progressismo. Mas o intelectual orgânico, forjado nas ruas do Capão Redondo, estava apenas alertando para como a barbárie havia se instaurado nas relações e no cotidiano das periferias e o quanto a falta de presença e de construção coletiva estava cegando a nossa defesa por princípios democráticos." [...]

À beira do abismo

03/10/2018 // 10 comentários

Por Marcos Barreira / "A confusão sistemática da popularidade do ex-presidente Lula entre os segmentos de baixa renda, maciçamente conservadores, com a ideia de um avanço das pautas de esquerda é o que está na origem da estratégia suicida do PT." [...]

O outro lado do espelho: mirar a esquerda e repensar o futuro

18/09/2017 // 7 comentários

Por Antonio Carlos Mazzeo / "Em meio a um ataque feroz da burguesia autocrática, Lula acena para o 'mais do mesmo', ainda que a estrutura jurídica da autocracia burguesa teste emblemática e plenamente que não precisa mais desse pacto (sinistro), pois agora, com maioria no parlamento, avança e estende suas garras livres para destroçar as parcas conquistas dos trabalhadores." [...]

Lembrança de Marco Aurélio Garcia

21/07/2017 // 3 comentários

Por Flávio Aguiar / "Esta é a lembrança mais constante que tenho dele: sorridente e feliz, engraçado e irônico, profundo e grave nos momentos necessários, mas sempre pronto para um pique veloz na direção da alegria e do bom humor." [...]

O impasse brasileiro e a alternativa portuguesa

10/07/2017 // 4 comentários

Por Ruy Braga / “O recado do sindicalismo lulista parece claro: 2018 aproxima-se e não é hora de apostar na mobilização popular. Todavia, essa posição elide o problema nevrálgico de um eventual terceiro mandato do líder petista: com qual agenda social e econômica Lula iria governar?” [...]

PEC 241: A ofensiva do capital

14/10/2016 // 9 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Entre as muitas medidas que revelam o programa que o governo ilegítimo de Michel Temer deseja implantar, a PEC 241 é a mais cristalina. A PEC é a tentativa de engessar as políticas do Estado brasileiro por vinte anos, isto é, por cinco mandatos presidenciais – feita por um presidente que não conquistou nenhum mandato. Há muito o que discutir na PEC, mas o principal talvez seja a falta de discussão. É uma proposta com enorme impacto na vida do país, mas foi simplesmente tirada de uma gaveta: não houve debate com a sociedade e não há debate no Congresso, em que a os parlamentares da situação, instruídos pelo governo Temer, estão apenas cumprindo o ritual, da maneira mais acelerada possível." [...]

Para entender o Golpe

01/09/2016 // 11 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "A reflexão sobre o golpe de 2016 impõe a adoção de uma moldura teórica capaz de abranger o conflito social para além de sua expressão nas instituições vigentes." [...]