interseccionalidade

O otimismo transformador de Patricia Hill Collins

16/03/2022 // 2 comentários

Elaini Cristina Gonzaga da Silva comenta "Bem mais que ideias", o novo livro de Patricia Hill Collins, destacando como a autora tem na interseccionalidade não uma mera ferramenta para explicar ou manter a ordem social, e sim para criticá-la e fornecer o mapa do caminho para sua transformação. [...]

Quem é Patricia Hill Collins?

10/03/2022 // 3 comentários

Conheça Patricia Hill Collins, autora incontornável para entender o conceito de interseccionalidade. Não perca os descontos de até 40% em obras escritas por ou sobre mulheres no #8M da Boitempo! [...]

É oficial: Angela Davis vem ao Brasil em outubro!

20/08/2019 // 7 comentários

A filósofa e ativista estadunidense virá em outubro a São Paulo e ao Rio de Janeiro, para lançar a edição brasileira de sua autobiografia no encerramento do Seminário Internacional “Democracia em Colapso?”, promovido pela Boitempo e pelo Sesc São Paulo. [...]

Um guia teórico, metodológico e político para o feminismo negro

30/07/2019 // 1 comentário

Por Nubia Regina Moreira / "Mesmo concordando com a autora em que a versão do feminismo elaborada pelas mulheres negras estadunidenses deve ser entendida no contexto daquele Estado-nação, o livro 'Pensamento feminista negro' se ergue como um guia teórico-metodológico e político para ampliar a compreensão sobre o feminismo negro brasileiro." [...]

Angela Davis: A potência de Sojourner Truth

26/11/2018 // 3 comentários

No aniversário de 135 anos de morte de Sojourner Truth, o Blog da Boitempo recupera uma reflexão clássica de uma das maiores vozes do feminismo negro no mundo hoje sobre o legado da militante abolicionista, pioneira na luta pelos direitos civis dos negros e das mulheres nos EUA. [...]

Mais Mano Brown: reflexões pós-eleições (parte 1)

01/11/2018 // 5 comentários

Por Juliana Borges / "O discurso de Mano Brown foi muito mal interpretado, principalmente pelos setores médios do progressismo. Mas o intelectual orgânico, forjado nas ruas do Capão Redondo, estava apenas alertando para como a barbárie havia se instaurado nas relações e no cotidiano das periferias e o quanto a falta de presença e de construção coletiva estava cegando a nossa defesa por princípios democráticos." [...]

Entender as opressões para combatê-las

10/11/2017 // 9 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Não se trata mais apenas expressar os interesses de uma classe operária entendida como sujeito coletivo unitário, mas de construir a vontade política e a unidade na ação de uma multiplicidade de grupos dominados. Para isso, entender com profundidade como se cruzam as diversas estruturas de opressão é fundamental." [...]