Cultura inútil: Hipócritas!

Mouzar Benedito reúne as melhores frases e ditados sobre “hipocrisia”, de Jesus Cristo a Clarice Lispector, em coluna especial da série Cultura Inútil.

O então juiz Sergio Moro, em palestra realizada em 17 de março de 2016, em Curitiba, e pinçada pelo The Intercept Brasil em meio às revelações da #VazaJato. Nela, Moro afirma que “não tinha estratégia de investigação nenhuma”, e se diz irritado com quem lhe perguntava esse tipo de coisa pois “o juiz deve cultivar as virtudes da passividade”.

Por Mouzar Benedito.

“Que ou aquele que demonstra uma coisa quando sente ou pensa outra, que dissimula sua verdadeira personalidade e afeta, quase sempre por motivos interesseiros ou por medo de assumir sua verdadeira natureza, qualidades ou sentimentos que não possui; fingido, falso, simulado…” Sim, esta é uma definição de hipócrita.

As notícias da #VazaJato publicadas pelo The Intercept Brasil escancaram mais uma doença comportamental que se alastra. Isso sempre existiu, mas agora a coisa está exagerada. Não bastava o ódio…

E a hipocrisia não é só dos citados no site. Fico admirado ao ver e ouvir pessoas achando que tudo é normal, desde que seja “do nosso lado” {deles}.

Para se referir a um hipócrita, há um montão de palavras e expressões à disposição, algumas delas valendo também para mentiroso, malandro, cínico, enganador ou algo assemelhado.

Ouvi muitas por aí, li outras e procurei nos dicionários outras ainda. Relato parte delas: velhaco, enganador, santarrão, trapaceiro, caviloso, dissimulado, desleal, fajuto, pérfido, aldrúbio, aldrabão, pilantra, maroto, burlador, escroque, falcatrueiro, bilontra, girigote, mofatrão, pandilha, trambiqueiro, vigarista, patife, ludibriador, burlista, patifório, tunante, vedoia, meliante, tracambista, arapuqueiro, argamandel, cambalacheiro, tramista, intrujão, ribaldo, tramoieiro, tralhufa, tracambista, mofatrão, troca-tintas, bargado, cangancheiro, fementido, candongueiro, faveiro, embusteiro, falsídico, charlatão, patoqueiro, finório, caconso, loroteiro, impostor, camaleão, sotrancão, fraudulento, patranheiro, songamonga, jacobeu, solerte, matroco, farsante, pisa-mansinho, refalsado, zaino, tanateiro, alanzoador, fiteiro, maranhoso, sorrelfa, dobre, forjador, tartufo, má rês. amigo urso, que sopra quente e frio, que morde e sopra, que chora azeite por um olho e vinagre pelo outro, que joga a pedra e esconde a mão, falacioso, pseudo, ajesuitado, bandalho, batoteiro, farisaico, vulpino, cara-de-pau, duas caras, tracônico, afiado na malícia, ardiloso, rebuçado,  silingórnio, colusório, mascarado, espúrio, melífluo, gandavo, forjado, falso como o juramento de um jogador, falso como uma nota de três reais, postiço, capcioso, mendaz, logrativo, biltre, nefando, tracônico, tranquiberneiro, tratante, salafrário, engabelador, ludibriador, que vende gato por lebre, escamoteador, sofista, chupista, serpente, urdimaças, lobo vestido de ovelha, almocreve de petas, perjuro, farsola, papelista, traiçoeiro, dúplice, beatão, enrustido, cata-vento, politiqueiro de aldeia, sicofanta, insidioso, que derrama lágrimas de crocodilo… Ufa!

Aposto que quem lê este texto está lembrando de alguém (ou muitos “alguéns”) além dos atingidos pela #VazaJato e seus adeptos mais fanáticos. Tem na vizinhança, no ambiente de trabalho, na política, no poder econômico, na mídia, mais ainda nas ditas mídias sociais… Muitos poderosos, “empoderados” para usar uma palavra da moda. E não ligam nem um pouquinho quando se revela a hipocrisia deles, até fingem que hipócritas são os que veem a hipocrisia deles. E são brabos, também cada vez mais. Agressivos, ameaçadores… Afinal, muitos, atualmente, se sentem com poder total, e poder serve para quê, não é?

Coletei frases (não feitas para o momento atual, mas valem) sobre esse tipinho e outras proferidas por algum deles, ou sobre o substantivo que os identifica: hipocrisia, considerada condenável para a maioria das pessoas (pelo menos da boca pra fora). Mas há quem pense que, mais que inevitável, a hipocrisia e necessária.

Balzac: “Os costumes são a hipocrisia de uma nação”.

* * *

Martha Medeiros: “Se a sociedade não fosse viciada em hipocrisia, a infidelidade seria institucionalizada. Você não acha?”.

* * *

Antonio, em O mercador de Veneza, de Shakespeare: “O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém”.

* * *

Iago, em Otello, de Shakespeare: “Os homens devem ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são”.

* * *

Francisco de Quevedo: “São curtos os limites que separam a resignação da hipocrisia”.

* * *

Margaret Thatcher: “Ninguém se lembraria do bom samaritano se além das boas intenções ele não tivesse dinheiro”.

* * *

Luís Felipe Pondé: “Sem hipocrisia não há civilização, e isso é a prova de que somos desgraçados: precisamos da falta de caráter como cimento da vida coletiva”.

* * *

Adolph Hitler: “Sou, sempre fui e sempre serei um católico”.

* * *

Humberto de Alencar Castelo Branco: “Farei quanto em minhas mãos estiver para que se consolidem os ideais do movimento cívico da nação brasileira nestes dias memoráveis de abril, quando se levantou unida, esplêndida de coragem e decisão para restaurar a democracia e libertá-la de quantas fraudes e distorções a tornaram irreconhecível”.

* * *

Millôr Fernandes: “Me deem mil atos de absoluta moralidade e eu construirei um bordel”.

* * *

Millôr, de novo: “Vocês não sabem como é divertido o absoluto ceticismo. Pode-se brincar com a hipocrisia alheia como quem brinca de roleta russa com certeza de que a arma está descarregada”.

* * *

Camões: “O recado que trazem é de amigo, mas debaixo o veneno vem encoberto”.

* * *

Nietzsche: “A hipocrisia estaria abolida se não fosse um espetáculo contemplá-la”.

* * *

Nietzsche, de novo: “O hipócrita que representa sempre o mesmo papel deixa enfim de ser hipócrita”.

* * *

Victor Hugo: “O hipócrita é o espantoso hermafrodita do mal”.

* * *

Marilyn Manson: “Vivemos numa sociedade de vitimização, onde as pessoas sentem-se mais à vontade sendo vitimizadas do que erguendo-se sozinhas.

* * *

Abraham Lincoln: “Se você tivesse duas caras estaria usando esta?”.

* * *

Ditado popular: “Lágrimas nos olhos, risos no coração”

* * *

Coelho Neto: “O hipócrita é como o punhal: uma lâmina assassina engastada em uma cruz”.

* * *

Emanuel Wetheimer: “Sem as pequenas hipocrisias mútuas, tornar-nos-íamos intoleráveis uns para os outros”.

* * *

Wertheimer, de novo: “A hipocrisia pode conseguir tudo, menos ser moderada”.

* * *

Carlos Malheiros Dias: “Hipocrisia! Estratégia da grande guerra da vida, é ela quem move as ações de todos os seres”.

* * *

Marquês de Maricá: “A intolerância irracional de muitos escusa ou justifica a hipocrisia ou dissimulação de alguns”.

* * *

Clarice Lispector: “Já chamei pessoas de amigas e não eram”.

* * *

Clarice Lispector, de novo: “O que eu sinto eu não ajo. O que ajo não penso. O que penso não sinto. Do que sei sou ignorante. Do que sinto não ignoro. Não me entendo e ajo como se me entendesse”.

* * *

Jô Soares: “No Brasil, quando o feriado é religioso, até o ateu comemora”.

* * *

Guimarães Rosa: “Cada qual com sua baixeza; cada qual com sua altura”

* * *.

Guimarães Rosa, de novo: “Tem um não em todo sim, e as pessoas são muito variadas”.

* * *

Axl Rose: “A igreja que eu frequentava estava sempre lotada de hipócritas cretinos que abusavam e molestavam crianças. Eram essas pessoas que estavam encontrando Deus”.

* * *

Jean de La Bruyère: “Um devoto é aquele que, sob um rei ateu, seria ateu”.

* * *

Jesus Cristo: “Ai de vós escribas e fariseus hipócritas! Porque limpais o exterior do prato, mas o vosso interior está cheio de rapina e imundície”.

* * *

Confúcio: “Foge por um instante do irado, mas foge sempre do hipócrita”.

* * *

Lope de Vega: “A cartilha dos maldizentes sempre foi a hipocrisia”.

* * *

Tim Maia: “A coisa que eu mais odeio é a hipocrisia. É a mentira da mentira”.

* * *

Cazuza: “O que mais odeio é gente complicada e preconceituosa, hipocrisia e ser acordado. Nenhuma outra coisa consegue ser pior do que isso”.

* * *

Tati Bernardi: “É tanta hipocrisia, tanta gente vazia, tanto assunto inútil, que ando com preguiça de conhecer pessoas”.

* * *

Adélia Prado: “Seja honesto sem medo. Honestidade não é hipocrisia. Hipócrita mesmo é quem finge”.

                                                                   * * *

Einstein: “Gostaria de uma sociedade mais justa, menos corrupta, com menos hipocrisia, mais digna, com mais amor ao próximo, menos preconceito, menos rancor e principalmente mais paz na alma”.

* * *

Flaubert: “A fraternidade é uma das mais belas invenções da hipocrisia social”.

* * *

Alexandre Herculano: “A hipocrisia, suprema perversão moral, é o charco podre e dormente que impregna a atmosfera de miasmas mortíferos e que salteia o homem no meio de paisagens ridentes: é o réptil que se arrasta por entre flores e morde a vítima descuidada”.

* * *

Adão Mysziak: “De todos os vícios, a falsidade é um dos mais prolíferos e o que mais especialmente se arraigou no homem”.

* * *

Mysziak, de novo: “Estamos tão familiarizados com a hipocrisia que a sinceridade de alguém nos parece um sarcasmo”.

* * *

Marguerite Yourcenar: “Exagerais a hipocrisia do homem. A maioria pensa demasiado pouco para se dar ao luxo de pensar a dobrar”.

* * *

Eu: “Tem crise de tudo quanto é coisa, menos de hipocrisia”.

* * *

Leon Tolstói: “Falar mal dos outros agrada tanto às pessoas que é muito difícil deixar de condenar um homem para comprazer os nossos interlocutores”.

* * *

Ditado popular: “Agora dá pão e mel, depois dará pão e fel”.

* * *

Paul Géraldy: “Seduzimos valendo-nos de mentiras e pretendemos ser amados pelo que somos”.

* * *

Menotti Del Picchia: “Está tudo errado porque os homens nunca procuram saber o que realmente são”.

* * *

Claudio de Sousa: “Saber que iludimos a quem nos iludiu – divina e voluptuosa alegria”.

* * *

Che Guevara: “As amizades que se fundam a partir do interesse, por interesse terminam”.

* * *

François La Rochefoucauld: “A hipocrisia é uma homenagem que o vício presta à virtude”.

* * *

Aldous Huxley: “A hipocrisia, além de ser a homenagem que o vício presta à virtude, é também um dos artifícios com que o vício se torna mais interessante”.

* * *

Cecília Meireles: “O mundo vai acabar, e certamente saberemos qual era o seu verdadeiro sentido. Se valeu a pena que uns trabalhassem tanto e outros tão pouco. Porque fomos tão sinceros ou tão hipócritas, tão falsos e tão leais. Porque pensamos só em nós ou só nos outros”.

* * *

Schopenhauer: “Na pessoa de capacidade limitada, a modéstia não passa de mera honestidade, mas em quem possui grande talento, é hipocrisia”.

* * *

Martinho Lutero: “A humildade dos hipócritas é o mais altaneiro dos orgulhos”.

* * *

Padre Manuel Bernardes: “O hipócrita é santo pintado; tem as mãos postas, mas não ora; o livro na mão, mas não lê; os olhos no chão, mas não se desestima”.

* * *

Florbela Espanca: “Se soubessem como sou hipócrita!”.

* * *

Malheiros Dias: “Hipocrisia! Estratégia da grande guerra da vida, é ela quem move as ações de todos os seres”.

* * *

Personagem de Machado de Assis: “A dissimulação é um dever quando a sinceridade é um perigo”.

* * *

Outro personagem de Machado de Assis, de novo: “Está morto: podemos elogiá-lo à vontade”.

***

Mouzar Benedito, jornalista, nasceu em Nova Resende (MG) em 1946, o quinto entre dez filhos de um barbeiro. Trabalhou em vários jornais alternativos (Versus, Pasquim, Em Tempo, Movimento, Jornal dos Bairros – MG, Brasil Mulher). Estudou Geografia na USP e Jornalismo na Cásper Líbero, em São Paulo. É autor de muitos livros, dentre os quais, publicados pela Boitempo, Ousar Lutar (2000), em co-autoria com José Roberto Rezende, Pequena enciclopédia sanitária (1996), Meneghetti – O gato dos telhados (2010, Coleção Pauliceia) e Chegou a tua vez, moleque! (2017, e-book). Colabora com o Blog da Boitempo quinzenalmente, às terças. 

5 comentários em Cultura inútil: Hipócritas!

  1. Antonio Tadeu Meneses // 17/06/2019 às 5:21 pm // Responder

    Luto: Morre, aos 82 anos, a educadora marxista chilena Marta Harnecker em 15/06/2019. Referência em pesquisas sobre a esquerda latino-americana, ela faleceu em decorrência de tumores no cérebro

    Curtir

  2. Flavio Wolf de Aguiar // 18/06/2019 às 6:12 am // Responder

    Caro Mouzar: “Nem sempre o que é, parece; mas o que parece seguramente é”. Flavio, de Berlim.

    Curtir

  3. joodoliveira // 18/06/2019 às 9:43 am // Responder

    Podemos acrescentar: Vender gato por lebre; Santo do pau oco; Um olho no pote outro no santo; come mortadela e arrota peru!

    Curtir

  4. “O hipócrita que representa sempre o mesmo papel deixa enfim de ser hipócrita”, será que estão acreditando na própria “mentira das mentiras” que criaram?

    Curtir

  5. Tania Lopes Lopes // 29/06/2019 às 9:21 am // Responder

    Diz um ditado antigo que, “os canalhas também envelhecem”! Eu diria que o senhor tem deficiência cognitiva, o mundo não é só preto e branco, e seu desabafo, sem considerar as entrelinhas, não tem coerência e explicita esta distorção da realidade. Não plante semente ruim, porque a colheita não acontecerá!!! Procure um especialista, porque o senhor está doente!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: