cultura inútil

A valentia dos covardes

18/07/2017 // 3 comentários

Por Mouzar Benedito / "Tenho visto muitas demonstrações de “valentia”, especialmente nas redes sociais, mas são valentes do tipo que chuta cachorro morto. Eles fazem lembrar uma frase de Goethe: “O covarde só ataca quando está a salvo”. Então, aí vai um monte de frases sobre valentes e seus opostos, de Platão a Sartre, passando por Sêneca, Clarice, Che e Martin Luther King Jr., entre outros" [...]

Quem está falando em nome de “nós, o povo”?

19/06/2017 // 5 comentários

Por Mouzar Benedito / "Afinal, há um conceito definitivo sobre as qualidades e defeitos do povo? Nada! Fuçando em ditados e frases de famosos sobre “povo”, dá para se ver que os conceitos sobre povo passam longe da unanimidade. Umas frases são exatamente a contradição de outras. Fiz uma seleção delas e apresento aqui." [...]

Cultura inútil: Jornalismo, pós-verdade e o charuto das Filipinas

02/05/2017 // 4 comentários

Mouzar Benedito reúne as melhores frases e ditados sobre "jornalismo": George Orwell: “Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade”. Malcolm X: “Se você não cuidar, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo”. Entre outras... [...]

E o dia da verdade?

31/03/2017 // 5 comentários

Por Mouzar Benedito / "Primeiro de abril, dia da mentira! Não concordo com essa comemoração. Se estabelecemos um dia do ano como 'Dia da Mentira', significa que acreditamos que os outros todos seriam “Dias da Verdade”. Dá pra acreditar? Dias da mentira sobram, o que falta é um 'Dia da Verdade'." [...]

Queixo aerodinâmico, olho de pitomba… e governo de segunda-mão

09/12/2016 // 12 comentários

Por Mouzar Benedito / "Que parte do corpo que pode ser usada para identificar certos políticos? É a mão. Para começar, temos aí um governo de segunda-mão, que ganhou o poder de mão beijada, com a simpatia e o apoio de adeptos da mão armada. Nele, vemos políticos conhecidos pela mão-de-gato, habituados a ter a mão aberta com o dinheiro público, no qual metem a mão e fingem que só os outros é que fazem isso. Eles são uma mão na roda para o poder econômico." [...]

Cultura Inútil: Honrados, dignos e virtuosos

26/10/2016 // 5 comentários

Por Mouzar Benedito / "Cadê eles? Estão no governo? No Congresso? No Judiciário? Nas redações de jornais e revistas? Nas emissoras de rádio e TV? Nas igrejas? Nesses lugares todos tem gente posando como se tivessem essas qualidades e exigindo-as dos outros. Na política, uma mesma coisa pode ser considerada “qualidade” e elogiada como virtude, se seu detentor for do seu partido, ou excomungada como grande defeito se for seu adversário. Fui à caça do que pensadores disseram sobre essas qualidades. E também de ditados populares sobre o assunto." [...]