Lançamento Boitempo: Feminismo e política, uma introdução

Acaba de sair do forno o fundamental Feminismo e política: uma introdução, escrito por Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel. Na teoria política produzida nas últimas décadas, a contribuição do feminismo se mostrou crucial. De que modo o machismo, ou o patriarcado como forma de organização das relações sociais, reduz as oportunidades de participação social das mulheres? Quais mecanismos sociais limitam a participação delas nas esferas públicas, fazendo com que mais de oitenta anos depois da conquista do sufrágio feminino elas permaneçam marginais na política? Como a divisão sexual do trabalho e os estereótipos do feminino e do masculino que ela mobiliza marcam a socialização das crianças, colaborando para um futuro desigual da perspectiva do gênero? E em que dimensões da vida as mulheres permanecem como menos do que cidadãs, tendo sua autonomia restrita e, em alguns casos, sendo ainda definidas como meios para a satisfação masculina? Como, enfim, as desigualdades de gênero se realizam em conexões complexas com as de classe e de raça, compondo injustiças que obstruem a construção de sociedades mais democráticas e igualitárias? As respostas a questões como essas são discutidas e disputadas nos debates teóricos no feminismo, articuladas didaticamente nos dez capítulos que compõem o livro:

  1. O feminismo e a política
  2. O público e o privado
  3. Justiça e família
  4. A igualdade e a diferença
  5. A identidade e a diferença
  6. Gênero e representação política
  7. Autonomia, dominação e opressão
  8. O debate sobre aborto
  9. O debate sobre pornografia
  10. O debate sobre prostituição

Leia abaixo a orelha do livro, escrita por Renata Gonçalves

Nos tempos sombrios em que alguns anunciam a morte do feminismo e outras esbravejam nada dever a essa corrente teórico-política, o livro de Luis Felipe Miguel e de Flávia Biroli aparece como um raio de sol. A partir de uma pluralidade de abordagens, os autores nos apresentam o campo diversificado da teoria política feminista que, pour cause, não se debruça apenas sobre as questões femininas.

Ao tratar de temas como os direitos das mulheres, o feminismo colocou em debate a própria sustentação das hierarquias sociais e do funcionamento das instituições. Fazendo jus a seu tema, o livro não trata tão somente de uma preocupação localizada, mas problematiza a maneira como as relações de gênero estão arraigadas organizando de forma desigual nossa própria apreensão do mundo.

Apontar as desigualdades ajuda a entender por que, apesar dos direitos conquistados nas últimas décadas, as mulheres permanecem “excluídas da política” e continuam a ser o grupo de maior vulnerabilidade. O machismo e a falta de políticas públicas, escrevem os autores, penalizam as mulheres, especialmente as mães e trabalhadoras, nesta sociedade em que “a divisão dos papéis permanece atada a compreensões convencionais do feminino e do masculino”.

Luis Felipe Miguel e Flávia Biroli nos conduzem a compreender o patriarcado como uma forma de organização das relações sociais que impede o fim das desigualdades. Essa organização social explica por que as mulheres continuam à margem da política e, numa relação de causa e efeito, são percebidas como menos cidadãs. As várias questões colocadas pelos autores acerca da permanência da desigualdade de gênero nos levam às respostas que a teoria feminista procurou dar. Para eles, uma política igualitária implica também um enfrentamento daquilo que faz rodar as engrenagens de gênero, mas também as de classe e de raça.

Frente a uma variedade de temas, mergulhamos diretamente nos principais debates colocados à teoria feminista, que, mesmo sem oferecer uma solução definitiva a múltiplos dilemas, soube fazer a crítica ao status quo. O melhor do feminismo hoje ainda implica ser gauche na vida.

— Renata Gonçalves

***

A Boitempo Editorial e o Instituto de Ciência Política da UnB convidam para o lançamento do livro Feminismo e política, de Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel. Aberto ao público em geral, o evento ocorre amanhã, quarta-feira, dia 3 de dezembro de 2014, a partir das 18h30 no C’Est Si Bon da Asa Norte (CLN 213, bloco A), em Brasília. Confira a página oficial do evento aqui.

Lançamento Feminismo e política: uma introdução
com Flávio Biroli e Luis Felipe Miguel
Quarta-feira | 3 de dezembro de 2014 | 18h30
C’Est Si Bon, Asa Norte
CLN 213 | bloco A | Brasília

3 comentários em Lançamento Boitempo: Feminismo e política, uma introdução

  1. Bom dia,
    paguei esse livro e tenho dificuldade para encontrar o meu pedido para acompanhar. Preciso de esclarecimento. Obrigado.

    Curtir

  2. jane morena // 25/04/2016 às 20:14 // Responder

    Parabéns pelas matérias,excelente blog.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: