política

As últimas entrevistas de Lukács

02/09/2020 // 1 comentário

"Tomadas em seu conjunto, as entrevistas inéditas de Lukács compiladas em "Essenciais são os livros não escritos" revestem-se de irremediável atualidade, visto que seus conteúdos oferecem um amplo instrumental analítico e de intervenção concreta para a situação histórica presente, marcada pelo inegável avanço da barbárie produzida pelo capital." [...]

Ressentimento, palavra-chave para ousar compreender o mundo hoje

04/08/2020 // 1 comentário

Por Maria Homem / "Ressentimento é palavra-chave para ousar compreender o mundo hoje. Maria Rita Kehl traça um vasto panorama que pode nos ajudar a compreender nossa posição diante de conflitos religiosos ou políticos, desde a ascensão do nazismo até a da extrema direita atual, do hemisfério Norte ao Brasil de Bolsonaro." [...]

O inimigo público nº 1

08/02/2019 // 14 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Por que motivo esse homem de 73 anos causa tanto medo? Impedir que Lula apareça, impedir que Lula fale, tentar impedir que Lula seja lembrado – é a obsessão dos donos do poder no Brasil." [...]

De dezembro de 1968 a outubro de 2018

11/12/2018 // 2 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "Ao escolher Bolsonaro, investir em sua candidatura, blindá-la contra questionamentos e fechar a porta para qualquer repactuação da ordem democrática fraturada com o golpe de 2016, a classe dominante brasileira decidiu abraçar sem disfarce um programa de retrocesso acelerado e violência social." [...]

Democracia e memória

23/11/2018 // 5 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "A retomada da democratização do Brasil, quando ocorrer, terá que produzir uma nova política da memória. Tal como o sono da razão, a amnésia também cria monstros. A ausência de consciência histórica foi central para que um discurso como o de Bolsonaro ganhasse a força que ganhou." [...]

Mike Davis: Os “midterms” e a hegemonia de Trump

09/11/2018 // 4 comentários

Por Mike Davis / "Se interpretados de maneira realista, os resultados das eleições de meio de mandato deveriam dissipar qualquer ilusão de que o trumpismo seria um pesadelo passageiro ou um acidente histórico. Nenhum Presidente estadunidense, nem Roosevelt, nem Nixon, jamais exerceu domínio tão inconteste sobre seu partido." [...]

Os trens não vão sair no horário

17/10/2018 // 4 comentários

Por Luis Felipe Miguel / "A eleição de Bolsonaro, não nos equivoquemos, é o prenúncio da ditadura. Resistir a um novo golpe, agora de caráter neofascista, tendo-o na presidência será muito mais difícil. Iludem-se aqueles que agem hoje pensando nas vantagens que poderão ter em 2022, simplesmente porque a própria continuidade do processo eleitoral está ameaçada." [...]

Dois caminhos para a ditadura

19/09/2018 // 7 comentários

Luis Felipe Miguel / "Estão dados dois caminhos claros para a instauração de uma ditadura, traçados por generais da reserva. É necessário que as forças políticas democráticas saibam superar suas diferenças e apresentar um rechaço unânime à hipótese de intervenção militar. Não podemos, uma vez mais, deixar para nos mobilizar só quando já for tarde demais." [...]