ódio

A decisão fascista e o mito da regressão: o Brasil à luz do mundo e vice-versa

23/07/2019 // 10 comentários

Por Felipe Catalani / "Enquanto insistirmos na ideia de “golpes contra a democracia” continuaremos a bater com a cabeça na parede. Pois isso que estamos chamando de fascismo (no Brasil e no mundo) é, em certa medida, 'democrático', tanto no sentido de que tais regimes foram eleitos por maiorias, quanto no sentido de relativa preservação da normalidade institucional." [...]

1964: a infâmia, a cicatriz e o bufão

29/03/2019 // 2 comentários

Por Mauro Iasi / "Entre as muitas coisas que o presidente-miliciano não sabe está quanto seu ato de reconhecimento colocou os militares em uma situação altamente constrangedora, incômoda e na contramão de toda a estratégia tão eficaz construída para ocultar o golpe nas brumas do esquecimento. Na tentativa de se manter no poder, ele pode ter assinado seu passaporte para fora do governo em breve." [...]

Tempos sombrios, tempos de ternura

20/03/2019 // 6 comentários

Por Mauro Iasi / "Mesmo o ódio justo transforma as feições e torna rouca a voz, embrutece a alma e pode aviltar os fins éticos justos. Neste momento é necessário um distanciamento muito difícil para que não nos percamos na lama destes tempos sombrios. Talvez seja esta a dimensão ética que nos distingue da barbárie e que impede que nos misturemos à mesma lama de ódio que ela secreta." [...]

Combater a cultura do ódio com novas narrativas!

23/06/2016 // 2 comentários

Por Leonardo Fabri / "Matar LGBTs não é um desvio dentro de uma cultura de ódio, mas sim a norma. E essa norma precisa ser identificada como tal e combatida politicamente! Precisamos ressignificar as nossas percepções de normalidade, disputar as narrativas que legitimam as ações e criar um novo repertório simbólico e cultural para balizar nossos referenciais." [...]