Edemilson Paraná

Três dimensões da tragédia da esquerda no início do século XXI

29/06/2017 // 14 comentários

Edemilson Paraná faz um panorama esquemático da prática cotidiana das esquerdas nos espaços de luta política em que habita no presente, as classifica em três grandes “correntes” e se pergunta: "E se, na busca por uma esquerda conectada com os desafios de nosso tempo, conseguíssemos nos pautar pela necessidade de reter as virtudes e descartar os vícios de cada um desses tipos?" [...]

Brasil 2016: preparando a (nova) gestão de uma crise permanente

11/11/2016 // 7 comentários

Por Edemilson Paraná / "A caixa de Pandora foi aberta, os males estão à solta, e se engana, portanto, quem espera estabilidade. O tempo da política se acelerou. Sem ingenuidade, e com muita perspicácia, a reorganização das esquerdas precisará tirar proveito dessas eventuais janelas de oportunidade para ganhar posições relativas." [...]

Dilma é derrubada. Cai também a tese da democracia

09/09/2016 // 5 comentários

"O dia 31 de agosto do ano de 2016 acaba de entrar para os anais dos importantes acontecimentos da história nacional por conta da condenação – sem provas – da presidente da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff, não supérfluo o registro, reeleita pelo voto livre e direto em 26 de outubro de 2014 para um mandato de quatro anos (2015-2018). Foi uma cassação política, um golpe!" [...]

O Brexit e as esquerdas: as contradições da razão europeísta

28/07/2016 // 4 comentários

"O que faremos se os americanos elegerem Trump? Ou se os franceses elegerem Le Pen? Certamente, a resposta para tanto não pode, nem deve, ser moral. Nem deve ser apenas uma “reação”. É preciso evitar isso por meio da autêntica ação política." Edemilson Paraná e Hugo Albuquerque no Espaço do Leitor [...]

Um novo tsunami financeiro global a caminho?

01/02/2016 // 6 comentários

Edemilson Paraná / "Preço do petróleo mais baixo em décadas, desaceleração chinesa, recrudescimento da política monetária estadunidense com consequente desvalorização das demais moedas nacionais (em especial de emergentes), queda da demanda global à medida que as economias seguem presas ao atoleiro do desemprego e baixo crescimento. Essa combinação bombástica de fatores tem sido apontada por muitos analistas como a tempestade perfeita (“perfect storm”, no linguajar dos “mercados”) capaz de produzir um iminente tsunami financeiro internacional, maior e mais grave do que aquele de 2008, conforme sustentam os mais alarmistas." [...]

Reflexões de um ‘milifestante’

18/01/2016 // 4 comentários

"Tenho 22 anos. Acabo de chegar em minha casa depois de ter participado do 3º ato contra o aumento da tarifa dos transportes públicos da cidade de São Paulo. Fiz o percurso que foi do Theatro Municipal até o MASP. Tirando uma bomba que ouvimos no meio da manifestação (e não sabemos de que lado veio), foi tranquila. Nunca tinha visto tantos policiais em toda a minha vida reunidos e em pose de guerra. Tive notícia de que depois de terminada a manifestação, enquanto os manifestantes que tentaram pegar o metrô da linha verde, estação Consolação, negociavam a possibilidade de terem uma catraca livre, foram reprimidos com bombas de efeito moral jogadas pela tropa de choque. Gente que nem tinha ido manifestar e não seria o “alvo” dessa patuscada acabou sofrendo." [...]