Incêndios adormecidos

Que neste 2017 o movimento popular saiba alimentar as chamas da revolta e fazê-las tomar as ruas do Brasil, de norte a sul.

luis-felipe-miguel-2017

Michel Temer em pronunciamento de natal.

Por Luis Felipe Miguel.

A noite que desce sobre o Brasil se anuncia longa. Não se vê na conjuntura atual qualquer caminho para brincar do jogo do contente. O golpe de maio e agosto mostrou que o movimento popular e o campo progressista são ainda mais frágeis do que temíamos. Enquanto a coalizão regressista no poder impõe com rapidez seu programa antipopular e antinacional, a resistência engatinha. No momento, ainda não é possível sequer vislumbrar qual saída conseguiremos construir. É possível que o golpe nunca acabe, que simplesmente deslize para uma “normalização” cujos limites só conheceremos quando forem testados, ou que acabemos chegando a uma transição ainda mais ambígua e limitada do que aquela que nos tirou da ditadura militar.

Com tudo o que vem acontecendo no Brasil, não conseguimos sequer nos desvencilhar por completo de velhas ilusões. Nos lados da esquerda, ainda se alimenta muita esperança no processo eleitoral, como se uma eventual maioria conquistada em 2018 tivesse o condão de dissipar o golpe. E ainda há muita crença no poder da lei – crença que há, de fato, um limite ao retrocesso, imposto pelo arcabouço institucional que se consolidou no país a partir da carta constitucional de 1988. No entanto, se há algo que o golpe demonstrou com clareza é que os limites legais à reação foram destroçados pela voracidade com que o programa antipopular se faz implantar.

A retirada da presidente escolhida pelo voto popular, sem respaldo na legislação, é grave em si mesma. Mostra que as classes dominantes brasileiras decidiram que não vale mais a pena respeitar os rituais da democracia eleitoral – que assumem a prerrogativa de tutelar a escolha das urnas. Não se trata, como o governo do usurpador demonstra todos os dias, apenas de definir quem ocupar uma cadeira no Palácio do Planalto. Retirar do voto popular seu poder é retirar a chance de que os governantes respondam, um pouco que seja, aos interesses das maiorias.

Em menos de nove meses de desgoverno, Michel Temer já acumula uma longa folha de serviços prestados ao retrocesso no Brasil. A emenda constitucional que congela o investimento social é o item mais impactante. Sem ter obtido a legitimidade para governar por um mandato, tomou decisões que valem por cinco e que, prejudicando gravemente a educação, a saúde, a cultura e a ciência, preservam o orçamento público para a remuneração do rentismo. A emenda põe o investimento social no freezer e, no mesmo movimento, reafirma que a dívida pública é intocável. Em suma, aponta para um país em que todos pagam impostos, mas o retorno em serviços públicos é minguado, para garantir que quem ganha com a especulação financeira não tenha o risco de perder. É a tributação a serviço da concentração da riqueza.

Em paralelo, há o anunciado desmonte do SUS e o estrangulamento da educação pública – com o subfinanciamento das universidades e a reforma do ensino médio. É um modelo em que o trabalhador deve comprar, de provedores privados, saúde e educação de qualidade precária, assim devolvendo ao capital uma parcela maior de seus ganhos. A projetada criação de “planos de saúde populares”, com baixíssima proteção a seus clientes, faz parte do cenário.

Outra prioridade do governo, a reforma da previdência social retira direitos de praticamente todos, em variados graus. Determina o fim da aposentadoria do trabalhador rural, que foi um dos principais ganhos sociais da ordem instituída com a Constituição de 1988. Amplia o tempo de contribuição e faz a esperança da aposentadoria encostar na expectativa de vida. Reduz os benefícios. Retira a compensação a que as mulheres fazem jus pela dupla jornada de trabalho – exatamente no momento em que a retração do gasto público faz com que aumente a parcela de responsabilidades assumida pela família, isto é, pelas mulheres.

Está no forno a reforma das relações de trabalho que, na prática, decreta o fim de toda a legislação trabalhista. O monopólio estatal sobre o petróleo foi quebrado. Avançam os projetos de criminalização da docência. A repressão policial está em alta. Projeta-se a revisão da concessão de terras aos povos indígenas. Nem vale a pena fazer uma lista completa: o governo Temer nos leva a uma espiral de depressão. E mesmo da bandeira que levou tantos a desejarem a queda de Dilma Rousseff, a luta contra a corrupção, não sobra nada. Em maio de 2016 já era difícil que alguém não visse a sujeira que cercava Michel Temer, seu círculo íntimo (Geddel, Yunes, Moreira Franco, Jucá, Padilha) e seus aliados do PSDB. Hoje, nem a velhinha de Taubaté pode dizer que não sabe.

A reação nas ruas é fraca. Os longos anos de desmobilização deliberada dos governos petistas estão cobrando caro a fatura. Isso não quer dizer que não exista uma insatisfação crescente com o governo que nasceu do golpe. Mesmo a enorme cortina de desinformação que cercou a emenda de congelamento do gasto público não foi capaz de evitar que se construísse uma sólida maioria contra ela. O gigantesco descontentamento com a reforma da previdência é evidente para qualquer um que converse na feira, no ônibus, na fila do banco. De maneira geral, tudo o que o governo Temer está fazendo já foi recusado pelo povo brasileiro quando ele pôde opinar: entrega do petróleo, desproteção ao trabalho, renúncia do Estado ao combate à desigualdade.

Essa insatisfação popular crescente é como um incêndio adormecido. Que neste 2017 o movimento popular saiba alimentar as chamas da revolta e fazê-las tomar as ruas do Brasil, de norte a sul.

***

 

Luis Felipe Miguel é professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília, onde coordena o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades – Demodê, que mantém o Blog do Demodê, onde escreve regularmente. Autor, entre outros, de Democracia e representação: territórias em disputa (Editora Unesp, 2014), e, junto com Flávia Biroli, de Feminismo e política: uma introdução (Boitempo, 2014). É um dos autores do livro de intervenção Por que gritamos golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. Ambos colaboram com o Blog da Boitempo mensalmente às sextas.

17 comentários em Incêndios adormecidos

  1. Joao Luiz Pereira Tavares // 06/01/2017 às 15:04 // Resposta

    Caros (as),

    Um sublime 2017, a todos.

    Em 2017 fiquem de OlhOs bem abertos:

    A utilização de clichês publicitários míticos como «CORAÇÃO-VALENTE©», para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: propagandas acertadas, mas, verdadeiramente, engana-trouxa… A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petistas.

    Verdadeiramente, a VIGARICE & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito. Comprado, mesmo sem dinheiro. Compra-se um “estilo de vida”, fortalecido pela imagem do mito.

    E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
    É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras. E deseja ficar no Governo eternamente: Para isso precisa sempre enganar o pobre eleitor desavisado e mesmo inteligente, que vive na correria diária.

    Recordem:
    ¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho! (Ainda que a frase seja “lindinha” e agradável! — Publicidade & propaganda).

    E em 2017…,
    PELO MENOS 1 fato extremamente positivo houve sim! Lógico! Mesmo que seja, somente um ato notável, de bom termo. BELO. E já basta. Um único. Onde a sociedade se mostrou com sabedoria. Que ficará na história para sempre, para início de horizonte progressista do Brasil. 

    Eis esse fato sui-generis:

    — «Adeus querida».*
    [ (*) a «Coração Valente©» de João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© ‘vale por um bifinho’. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA]. Dilma foi (e é) uma idiota TOSCA.

    Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Sem baranguice. Sem política kitsch do Petismo.

    Observação:
    Além disso, escrito acima, temos:
    {:
    Na música brasileira tivemos & temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. Educação básica das piores da América! O atual lixo cultural do Brasil petista. A breguice, cafonice, baranguice e o kitsch do Petismo}.

    Vamos tentar mudar…
    Portanto, desse modo, a volta de decoro ao Brasil.
    ______________________
    [P.S.: a todos do blog, que fiquem atentos à picaretagem em 2017 & que vossas mentes permaneçam rápidas perante o ilusionismo do PT. Um sublime 2017!].

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária e demagógica formará um público tão vil como ela mesma”. Pulitzer. [refiro-me sobretudo a mídia engana-trouxa, do PT].

    Curtir

    • Hugo Pequeo Monteiro // 08/01/2017 às 20:22 // Resposta

      Porque um débil mental como você está ocupando espaço neste blog com este amontoado de bobagens sem nexo escritos acima?
      Procure os blogs do MBL e “veículos de comunicação” similares da extrema-direita e vá vomitar suas bobagens nestes espaços.
      Certamente você não entendeu que as críticas do professor Luis Felipe Miguel vão justamente para aqueles que como você, propiciaram a instauração esta escuridão que estamos vivendo.
      A única coisa que poderia ser aproveitada deste seu “texto” seria frase de Pullitzer citada ao final do mesmo. VOCÊ É A CONCRETIZAÇÃO DO QUE PULITZER PRECONIZOU ACERCA DA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA E DEMAGÓGICA (ESTADÃO, FOLHA, VEJA ISTO É, ÉPOCA). VOCÊ É VIL COMO ESTA IMPRENSA.

      Hugo Pequeno Monteiro
      Professor Titular
      Departamento de Bioquímica
      Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo

      Curtir

      • Joao Luiz Pereira Tavares // 10/01/2017 às 19:43 // Resposta

        Deixo para vocês avaliarem o resultado dos programas do PT: 

        1.
        Pagamento da dívida externa com o FMI, o PT converteu a dívida externa em interna quem ganha com juros abusivos são os banqueiros, maiores que os cobrado pelo FMI. 

        2.
        Salário mínimo: a inflação e o dólar comeram. 
        ¿COMPREENDEU?… ¿Compreendeu mesmo?

        3.
        O Brasil estava entre as maiores economias do mundo e quem ganhava eram os ricos. 

        3.
        Bolsa família , foi o FHC quem instituiu, os PTistas dizem que é projeto deles.
        FHC: odiado pelo PT. O PT só fala nele… Só pode ser amor enrustido.

        4.
        Prouni somente para escola particular não pagar imposto. 

        5.
        Luz para todos ( RESPONDA: ¿Por que utilizar a palavra “PARA TODOS”, na publicidade? Pergunto: ¿é para “TODOS”, mesmo? Mesmo??…). E o preço da luz é aos olhos da cara e o programa petista «Farmácia Popular» fechando todos os dias.

        6.
        Apenas 214 escolas técnicas para um país continental com mais de 200 milhões de habitantes.
        Aqui não tem trouxa.

        7.
        Apenas 18 universidades públicas com baixo nível de qualidade e permitiu milhares de universidades particulares “de esquina” sem as mínimas condições de funcionarem. Uma agiotagem escolar para empresários se fartarem de lucros.

        8.
        Toda a breguice, baranguice e cafonice cultural divulgada pelo Brasil em 13 anos. O nível cultural do brasileiro caiu demais nos últimos anos, durante o Governo do PT. A educação geral também. O Brasil é um país grosseiro…

        9.
        Os PTistas disseram que há 5 milhões de jovens pobres e negros na universidade, alguém acredita? 

        10.
        Dizem mais, 40 milhões que saíram da miséria o que é uma mentira deslavada, peço a eles fonte e comprovação e eles silenciam. (as vezes os Ptistas dizem 22 milhões… !?. entenda essa gente.)*
        E mais, apelam, 38 milhões na classe média a 1000 reais? Tá brincando!*
        *Somem agora os 40 mais 38… Eles estão vendendo ilusões, não é real.

        11.
        PAC fonte de corrupção e obras inacabadas por todo o Brasil. 

        12.
        O déficit habitacional era de 7 milhões antes do “minha casa minha vida”, a dilma diz que fez 1,5 milhões de moradias e por incrível que pareça o programa incentivou a especulação imobiliária e o déficit voltou a ser 7 milhões, novamente. Que “programão” ingrato é esse? 

        13.
        Também com a saúde que é um caos, se não tivesse uma ambulância, seria o mico, e 2132 ambulâncias para 789 municípios é muito pouco. O Brasil possui 4000 municípios, isso é esmola. 

        14.
        Onde será que foi parar o grandioso orçamento da saúde (segundo o PT, 106 bilhões), se a saúde está lixo, como no século XIX. Os PTistas querem enganar quem?

        15.
        E a educação? Um caos. Pátria Educadora é o fim da várzea. A Dilma é realmente uma brega.

        16.
        Vamos falar da “Vale do Rio Doce, Samarco? Um acordo favorável aos interesses da corporação empresarial. [Segundo Dilma, não é «SAMARCO» não… Pra ela: é «SÃO MARCOS»…

        17.
        E o desemprego? Está por volta dos 10 a 12 milhões de pessoas.

        18.
        A classe trabalhadora paga a conta da crise GERADA — apenas, só e somente — por longo Governo do PT, em anos anteriores. PT: essa merdinha e picaretagem de gente velha e idiota. Mesmo que seja cancioneiro, mesmo que seja de universidade.

        19.
        Os petistas (todos. Sem excessão) seguem uma religião de fé e dogma. Acreditam em deusa: a divindade brega deles cujo nome é a «Coração Valente©» de João Santana [santa criada pelo bilionário — virgem que jamais cometeu nenhum desvio. O bilionário Santana agora está preso pelo MORO. Moro esse que a religião ensina que é uma intidade do Mal… rsss] era uma deusa gorda. Tem variados dogmas que aprendem em blogs de fé (uma espécie de “igrejinha”) e repetem ad infinitum: «fascista»; «foi golpe»; «20 milhões da pobreza»; «Estados Unidos, o Império»; «sem crime de responsabilidade»; «Pronatec»; «é gópi, é gópi, é gópi»; «mídia hegemônica» [uma espécie de demoninho ou capetinha muito, mas muito perigoso para a religião]; «PiG»; «fora temer» [mantra cantado]; esse dogma aqui DE TODOS é dos melhores: «LUZ para todos» [rssss] etc. etc. etc. etc. etc.

        Curtir

  2. Antonio Elias Sobrinho // 06/01/2017 às 16:06 // Resposta

    Esse governo acompanha a tendência mundial, cobrando de sua população um preço mais alto em virtude de sua condição subalterna e do servilismo de suas elites. Nesse momento a situação chegou a uma radicalização por duas razões: primeiro, porque as esquerdas, capitaneadas pelos governos petistas, se acomodaram a uma situação circunstancial favorável e não tiveram a sabedoria e nem fizeram esforço para perceberem que aquilo era ilusório; assim como também não tiveram coragem nem ousadia para enfrentamentos mais pesados no sentido de tentarem alterar uma trajetória que tinha uma morte anunciada. Em segundo lugar, estão tentando aproveitar a oportunidade de um governo de transição, sem legitimidade, para avançar na devastação das conquistas sociais, dos serviços públicos e na liquidação do patrimônio. Assim, como grande parte do potencial dos movimentos populares, sobretudo suas organizações foram domesticados, então temos que reinventar as coisas para evitar uma situação de horror.

    Curtir

  3. Renato Dagnino // 06/01/2017 às 22:13 // Resposta

    gostaria de saber mais a respeito da frase “Os longos anos de desmobilização deliberada dos governos petistas estão cobrando caro a fatura.”
    esse diagnóstico foi aprofundado em algum texto de autor ou de outros pesquisadores?
    eu poderia ter acesso a esses textos?
    obrigado

    Curtir

  4. “Coração Valente” é o t´tulo de um filme “estratégico”, meu caro!!!!

    Curtir

    • Joao Luiz Pereira Tavares // 16/01/2017 às 16:20 // Resposta

      Caro Phillgalli:

      Não é difícil resolver o grave problema atual do Brasil. Basta conhecer o contexto… Por exemplo, você conhece bem o demiurgo João, O bilionário ?… criador de Nossa deusa? Se não sabe, não irá compreender nada!

      Nossa solução para o Brasil em 2017 é a «Coração Valente©» sim, professora de Língua Portuguesa e Doutôôôôra em ECONOMIA pela Enciclopédica USP. ¿Sabe quem é a «Coração Valente©»??? Se não, aí é lógico que você não irá entender nadinha!

      Ela é sábia e inteligente e é a única capaz de resolver o problema do Brasil, compreende?…

      E lembre-se, ela é também nossa deusa. deusa do Petismo. É ela a solução!, Nossa Mãe ILIBADA.

      deusa essa criada por João, o bilionário, cujo nome santificado e puro é «Coração Valente©».

      O bilionário João Santana agora está preso pelo vilão do lado escuro MORO. Moro esse que a nossa religião ensina-nos que é uma intidade do Mal. Se a nossa religião falou, então ele é do Mal mesmo. ¿Sabe quem é Moro?…

      Sim! Ela foi indicada por Nosso Amado Chefe, mas criada pelo bilionário João. Honra a nossa brega deusa ilibada!

      ¿Sabe quem é Nosso Amado Chefe??…

      Apelo:
      
¡Volta logo Brega Mãe Sábia & ilibada, nossa solução para 2017! E para a EDUCAÇÃO do Brasil.

      Curtir

  5. Mari Santos // 07/01/2017 às 3:11 // Resposta

    Percebe-se grande falta de consistência em alguns comentários. Nem mesmo um aluno de quarto ou quinto ano do ciclo básico das escolas públicas, estaria escrevendo frases soltas e desconectadas tendo que analisar ou mesmo comentar um texto .Sabem o que é que isto significa? Que muitos brasileiros não têm o hábito de ler bons livros ,de informarem-se a respeito do que acontece à sua volta, de ler e ouvir opiniões diferentes das suas,para depois concluir de uma forma ou de outra. A falta de leitura é muito presente e compromete até mesmo umas poucas linhas nas quais queiramos expressar nossa opinião de forma clara e objetiva.

    Curtir

  6. Mari Santos // 07/01/2017 às 3:26 // Resposta

    Professor, como é que pudemos regredir à Idade Média ou às trevas em tão pouco tempo? Aos que colaboraram com a guinada para o retrocesso , a História saberá direcionar seus nomes à dimensão diminuta que lhes cabe.Talvez à lata do lixo.

    Curtir

  7. Artur Moret // 07/01/2017 às 16:38 // Resposta

    Prezados (a),
    é bonito ver como o vernáculo bem “dizido” embute embustes, como um senhor acima que faz críticas ao PT colocando-o no mesmo patamar dos outros aglomerados eleitorais, tem alguma (mínima) razão, mas erra na dose porque não sabe a diferença entre governo e poder, ou mesmo entre povo e massa.
    As diferenças entre Partido Político e aglomerados eleitorais (partido no sentido de quebrado) temos muitas, apenas uma que trata de modelo de país coletivo, includente e complexo (Edgar Morin); contrapõe-se a outro que trata o todo com singularidade ímpar, sobretudo porque os direitos são particulares e privados.
    Temos problemas no Brasil, mas transforma-lo em brazil (como está próximo) não nos transformará em potência econômica, porque nosso problema é social e não econômico (Celso Furtado).
    Mas a crítica ao PTismo é importante para demonstrar aqueles que tem sangue azul que um Brasil existe e independente, mesmo que as elites (ridículas) queiram mostrar que somente podemos existir se continuarmos nos curvando a pilhagem secular daqueles que nos dizem ser amigos.

    Curtir

  8. Joao Luiz Pereira Tavares // 09/01/2017 às 22:31 // Resposta

    Bom…,
    Portanto, visto que agorinha chegou o amanhecer do 1º domingo de 2017, vamos vestir-nos, tomarmos o café da manhã — de preferência um capuccino –, e vamos trabalhar no PC para ter dias melhores, tendo sempre o capacete e a espada à mão.

    Os nossos inimigos já sabemos! São a picaretagem, a baranguice, a cafonice, o Kitsch, a breguice e a mentira publicitária das velhas e velhos de Mídias Sociais do Petismo.

    Embora, por outro lado, já tenham sido privados daquela imagem ilusória de invencibilidade que tinha sido criada por João Santana, e feito tanta gente tornar-se isentona e alienada, postando coisinhas infantis e oba-oba em sítios como o G+ e Facebook. E, daí, esquecendo totalmente de falar mal do PT.

    Todos esses bregas e essas bregas, que são categoricamente a favor das forças financeiras das trevas, vão continuar passivas e isentonas em 2017! Como se nem o ano 2016 tivesse acabado e passado. Afinal, sabemos, petistas têm Natal e reveillon ruins e antiquados. O ano 2016 foi o da vitória. Essas asseclas do Petismo estão longe de ser derrotadas. A baranguice é tal qual ERVA DANINHA, cresce a minuto. Portanto fiquem de OlhOs bem abertos!

    MAS, MESMO ASSIM, SERÁ UMA NOITE NÃO SOTURNA E SIM SOLAR E ALEGRE!

    O que queremos dizer é que a luta continua. Mas será uma luta mais alegre e mais solar, porque vemos divisões e dúvida no coração do inimigo, e vemos as primeiras luzes do sol, depois de uma longa noite de 13 anos de toda espécie de baranguice.

    ¿Por quê? ¿Por que dizemos que será uma luta mais alegre?

    Porque afinal a analfabeta política, de 50 milhões de votos, foi dado-lhe um ponta-pé na traseira pensante que ela leva sobre o pescoço, naquele glorioso ano de 2016.

    Por mais que possa parecer estranho e paradoxal, se milhões de brasileiros encontrarem mais coragem para se opor à máquina infernal que os aprisiona, a encontrarão também os milhões de cidadãos estadunidenses, que têm demonstrado que não querem mais ser soldadinhos de chumbo dispensáveis ou vacas leiteiras. Claro que estou a falar de gente pensante, e não de bregas, nem de universitárias de unidades decadentes do interior brasileiro e muito menos estou a debater a respeito de i-sen-to-nas.

    E, por mais estranho que pareça, mudando um pouco de assunto, um engraçado irlandês meio alemão que construiu um império hoteleiro, poderá, agora, jogar suas cartas no grande jogo. Digo lá nos Estados Unidos da América (país esse que nos permite está escrevendo nesse Newsletter nesse exato momento, o inventor da Internet).

    Não sabendo para que lado ele vai jogar exatamente, mas tendo em vista aqueles que tudo fizeram para impedir sua eleição, desejamos, desportivamente, poder apreciar a sua devida revanche! Dia 20 é a posse. Corajoso, que fala o que pensa, sem picaretagem fingida. Sem o fingimento do politicamente-hipócrita-correto.

    Curtir

  9. Quero impeachment do Pezao corrupto…Fora Pezao impeachment o povo nao aguenta mais de sofrer parecendo o fim do mundo.

    Curtir

  10. Esse Papa Francisco seria normal, vira outro Papa em 2037 o Papa sera diferente sera grande dragao vermelho que saiu do mar esse Papa diferente sera primeira besta esse Papa diferente vai ser ferido na cabesa sera curado sera adorado como nossa senhola vira em 2037 esse perigossisimo Papa.

    Curtir

  11. Vamos para o fim do mundo Michel Temer deveria ter duas religiao com liberdade religiao catolica e congregacao crista no brasil. E demais religiao fecham e masonaria fecham para ir na catolica. Por que existe dois caminho largo e estreito ou seja catolica e congregacao crista no brasil. Para que outra religiao ou mesmo masonaria ou espirita ou budista…

    Curtir

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. ELEIÇÕES 2018! | MariaLDario's Blog
  2. Incêndios adormecidos – Blog da Boitempo | BRASIL S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: