Cultura inútil: A primeira cidade comunista das Américas

14.05.12_Mouzar Benedito_Cultura InútilPor Mouzar Benedito.

Alguns natalenses reivindicam um registro histórico inusitado: Natal, capital do Rio Grande do Norte, foi comunista antes de Cuba. O primeiro governo de inspiração marxista das Américas aconteceu lá, embora por poucos dias. Uma revolta planejada pela Aliança Nacional Libertadora (ANL), deveria ser detonada em vários quartéis, no fim de novembro de 1935, mas se precipitou na capital potiguar, estourou no dia 24 desse mês, com apoio de uma minoria civil, e durante quatro dias a cidade ficou sob o poder de um governo Nacional Revolucionário, sendo derrotada em seguida.

* * *

O monte Everest era conhecido como Chomolungma, palavra que na língua tibetana significa “deusa mãe do mundo”. O nome Everest foi dado pelos ingleses, em 1865, em homenagem ao sir George Everest, cartógrafo inglês. Os primeiros a escalar o pico até o topo foram o neozelandês Edmund Percival Hillary e o xerpa (nome de um povo do Nepal e do Tibete) Tensing Norgay, que chegaram ao alto dele em 29 de maio de 1953. Essa é a história oficial, a glória é deles, mas estavam sozinhos? Eles foram acompanhados de doze alpinistas, quarenta guias xerpas e setecentos carregadores.

* * *

A execução dos operários Sacco e Vanzetti, nos Estados Unidos, repercutiu no Brasil. Em 23 de agosto de 1931, houve em Santos (SP) uma manifestação operária em Santos em memória dos dois anarquistas. Eles haviam sido executados na cadeira elétrica quatro anos antes (em 23/8/1927). A repressão assassinou o manifestante Herculano de Sousa e prendeu as comunistas Pagu (Patrícia Galvão) e Guiomar Gonçalves.

* * *

Heráclito, que viveu de 550 a.C. a 480 a.C., autor da tese de que o Universo é uma eterna transformação em que os contrários se equilibram, era chamado de “o filósofo chorão”, por causa do seu pessimismo. Ao contrário dele, Demócrito (que viveu de 460 a.C. a 370 a.C.), que dizia que “nada nasce do nada”, que “tudo se encadeia” e que a alma é feita de átomos, era chamado de “o filósofo sorridente”, não tanto por seus ensinamentos, mas mais pelo seu humor. Mas o fato de ser sorridente tinha motivo: ele herdou uma fortuna enorme.

* * *

A “descoberta” do polo norte magnético, pelo navegador norueguês Roald Amundsen, foi anunciada em 6 de dezembro de 1905.

* * *

A cidade de Palmas, cidade planejada e criada para ser capital do estado de Tocantins, tem um Memorial da Coluna Prestes, coisa inédita no Brasil. O curioso é que seu idealizador foi Siqueira Campos, fundador da cidade, primeiro governador de Tocantins, era de direita mas dizia ter sido estafeta da Coluna Prestes quando rapazote. Segundo consta, a Coluna Prestes passou pelo local duas vezes: na ida para o norte e na volta em direção à Bolívia, onde muitos combatentes se exilaram.

* * *

Sergipe fazia parte da Bahia. Em 1820 deu-se a separação. Antes disso, em 1817, deu-se a criação da província de Alagoas, separada de Pernambuco, por Dom João VI, como represália pela Revolução de 1817,

* * *

Francis Galton, antropólogo inglês que inventou o uso das impressões digitais como identificação, era primo de Charles Darwin.

* * *

José Maria Alkmin foi um dos mais manhosos políticos brasileiros. Era o que chamam uma verdadeira raposa. Durante o governo Juscelino, ele foi com o presidente e Augusto Frederico Schimidt, assessor da presidência, a um jantar com o embaixador do Egito. Schimidit, lembrando ao embaixador a ascendência árabe de Alkmin, perguntou a ele o que significa esse sobrenome na língua dele. Sorrindo meio sem graça, o embaixador explicou: “Al é o artigo ‘o’. Kmin é ‘mentira’, ou ‘emboscada’. Alquime é o ouro falso e alquimia era os conhecimentos da Idade Média”. Alkmin reagiu: “O senhor está dizendo que eu sou ‘o mentiroso’?”. Quando saíram, Schimidt contou a Juscelino que Alkmin havia dito a ele que esta palavra significava “o valente”. Pois é… Mas existem muitos outros sobrenomes árabes na política brasileira. Entre eles, Maluf, que significa “gordo”, e Haddad, que é “ferreiro”. Por falar em ferreiro, Schimidt também tem esse significado em alemão.

* * *

Há várias superstições para curar doenças. Vamos ver alguns exemplos. Para sarampo, chá de lagartixa; para asma, beber um pouco de espuma de boca de mula ou misturar na comida um pouco de pó de barata assada; para reumatismo, rastejar em volta de um espinheiro; para terçol, cocô de coelho.

* * *

Em 19 de setembro de 1909 foi realizada a primeira corrida de automóveis no circuito de São Gonçalo, Rio, com o vencedor atingindo a marca de 50 km/h.

* * *

A Europa só conheceu o café em 1517. A Itália passou a importar café turco em 1580. Em Londres, a primeira loja de café foi aberta em 1632 e em Paris o café se tornou popular em 1643. Em Viena, o café só chegou em 1683. Mas os árabes já tomavam café no ano 850.

* * *

Só depois de levantes em algumas repúblicas da Federação Russa é que ficamos sabendo da existência delas. É o caso da Chechênia. Mas são muitas repúblicas com nomes esquisitos para nós. Aí vão alguns exemplos de repúblicas autônomas (RA) que duvido que mais que meia dúzia de brasileiros saibam que existem: República Autônoma da Buriátia, RA dos Karatchais-Tcherkesses, RA da Calmúquia, RA dos Komis-Permiaks, RA do Bashkortostão e RA da Tichuváquia.

* * *

1o de abril não é só dia da Mentira. É também dia da Abolição da Escravidão dos Índios e dia do Humorista. Tudo a ver, não é? Já 18 de maio é dia Mundial dos Museus, dia Nacional do Petroquímico, dia das Raças Indígenas da América, dia do Vidreiro, dia da Boa Vontade e… dia das Girafas!

* * *

Em 4 de outubro de 1501, uma expedição portuguesa de que participava o italiano Américo Vespúcio “descobre” um grande rio que deságua entre os atuais estados de Sergipe e Alagoas e dão a ele o nome de São Francisco, que era o santo do dia. O índios Caetés o chamavam de Parapitinga, palavra que significa grande rio branco. Mas havia outro nome indígena pelo menos para a trecho junto à foz: Opará, que significa mais ou menos “rio-mar”. Quando começou a penetração para o interior, as margens do rio serviram de caminho para o gado, que foi se interiorizando por ele. Chegou a ter tanto gado nas suas margens que ele foi chamado também de “Rio dos Currais”.

* * *

Em 29 de fevereiro de 1872, brasileiros vivendo no exterior “descobrem” Marx: a revista Echo Americano, editada em Londres, em português, publica longo artigo chamando o “Dr. Karl Marx” de sábio.

* * *

O primeiro Oscar do cinema foi para filmes lançados em fins de 1927 e início de 1928, e só concorreram filmes mudos. O vencedor foi Wings (Asas), que simulava combates no ar. O detalhe é que esses combates não eram efeitos especiais, foram mesmo filmados no ar. Um ator que fez uma ponta nele foi Gary Cooper. Na edição seguinte, do Oscar (1928-1929) concorreram filmes mudos e sonoros. O primeiro filme com passagens faladas e cantadas foi lançado em 1927. É O Cantor de Jazz, de Alan Crosland, com Al Jonson.

* * *

Em 7 de junho 1559, Mem de Sá arrasou quatro aldeias tupiniquins. Em suas próprias palavras: “Vim queimando e destruindo todas as aldeias que ficaram atrás”. Quatro dias depois, os Tupiniquim se vingaram dando um cacete nos portugueses, na Batalha dos Nadadores (travada dentro d’água).

* * *

Hector Berlioz (1803-1869), compositor francês, autor de A danação de Fausto, foi vítima de muitas perseguições e de muita inveja, desde criança. Mas queria deixar seu nome à posteridade e encarava tudo com garra. Por sua obra revolucionária, muita gente poderosa achava que ele era uma planta daninha no meio musical, que precisava ser extirpada. Ele mesmo registrou em suas Memórias: “A vida é uma guerra. Eu caí na emboscada”.

* * *

A TV Record, em São Paulo, segunda emissora a funcionar no Brasil, foi inaugurada em 27 de setembro de 1953, às 20 horas, com “Um cordial boa noite”, dos apresentadores Sandra Amaral e Hélio Ansaldo. A Record se notabilizou, principalmente, pelos festivais de música na década de 1960. Foi, também, a primeira emissora a fazer a transmissão de um jogo de futebol, ainda na década de 50.

* * *

Quando o general Francisco Franco tomou o poder e instalou uma ditadura na Espanha, um dos perseguidos foi o cineasta Luis Buñuel, que acabou sendo obrigado a sair do país e se exilou nos Estados Unidos, e depois no México. Em 1960, a Espanha estava em baixa em termos de realizações culturais e o governo de Franco o convidou para voltar ao país e produzir um filme com verbas oficiais. Ele topou e fez Viridiana, que chocou as autoridades e quiseram tomar e eliminar todas as cópias do filme, mas não conseguiram. Buñuel exibiu Viridiana no festival de Cannes, onde foi o grande vencedor.

* * *

O primeiro africano a ganhar o Prêmio Nobel foi um chefe Zulu, Albert John Luthuli, seguidor de Gandhi (que nunca foi premiado) na prática da não-violência. Luthuli era da África do Sul e ganhou o Nobel da Paz em 1960, época da política do apartheid no país. O governo tentou impedir sua viagem à Noruega para receber o prêmio, mas acabou cedendo.

* * *

O museu do Louvre, em Paris, era residência real. Sua transformação em museu ocorreu entre 1791 e 1793.

* * *

 “Meu anjo, meu tudo, meu ser…” Assim começava uma carta que Beethoven escreveu não se sabe para quem. Ele teve duas paixões que o marcaram profundamente, mas houve a suposição de que ele teve uma relação secreta com uma mulher casada. Havia na gaveta dele várias cartas escritas em 1812 (ele morreu em 1827) para a “imortal bem-amada” de Beethoven, e não se sabe porque estavam com ele. Será que escreveu e não mandou para a amada? Será que mandou e ela devolveu? Muitas mulheres foram arroladas como a possível paixão de Beethoven e alguns pesquisadores concluíram que era Joshéphine Brunswick-Deym-Stackelberg, apelidada Pépi, casada com o barão Christoph von Stacakelberg. Em 9 de abril de 1813 Pépi, deu à luz uma menina chamada Minona, que alguns pesquisadores acreditam que era filha de Beethoven.

* * *

O golfinho e o tubarão atingem a velocidade de 40 km/h. Parece muito? O peixe espada nada a até 95 km/h e o agulhão a 110 km/h.

* * *

Na história criada por Edgard Rice Burroughs, Tarzã nasceu numa cabana em uma praia da África, no dia 22 de novembro de 1888. Os pais dele, Lorde Greystoke e Alice, foram deixados na praia por marinheiros amotinados. Em 1908, também por amotinados de um navio, foi deixada na praia a bela Jane, uma loira de 19 anos. Depois de muitas idas e vindas (ela chegou a se mudar para os Estados Unidos), os dois se casaram.

* * *

O diabo nos ditados
O diabo ajuda os seus
O diabo, depois de velho, fez-se ermitão
O diabo é o outro
O diabo reza também

* * *

Assim falou Jean Cocteau, escritor francês: “Se eu prefiro os gatos aos cães é porque não existem gatos policiais”

* * *

Leia todas as outras versões da Cultura Inútil clicando aqui, para ver todos de uma só vez!

***

Mouzar Benedito, jornalista, nasceu em Nova Resende (MG) em 1946, o quinto entre dez filhos de um barbeiro. Trabalhou em vários jornais alternativos (Versus, Pasquim, Em Tempo, Movimento, Jornal dos Bairros – MG, Brasil Mulher). Estudou Geografia na USP e Jornalismo na Cásper Líbero, em São Paulo. É autor de muitos livros, dentre os quais, publicados pela Boitempo, Ousar Lutar (2000), em co-autoria com José Roberto Rezende, Pequena enciclopédia sanitária (1996) e Meneghetti – O gato dos telhados (2010, Coleção Pauliceia). Colabora com o Blog da Boitempo quinzenalmente, às terças. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: