Lançamento – Revista Margem Esquerda nº 14

Com textos de Michael Löwy, Mike Davis, Perry Anderson e Slavoj Žižek, entre outros grandes nomes do pensamento contra-hegemônico, a Boitempo apresenta a edição número 14 da Revista Margem Esquerda. O número conta ainda com Dossiê “Imperialismo, ecologia e crise estrutural”, além de texto clássico de Rosa Luxemburgo sobre a Revolução Russa e homenagens a Daniel Bensaid e Giovanni Arrighi, importantes intelectuais falecidos recentemente. Confira apresentação e sumário abaixo.

Apresentação

A crise ecológica manifesta uma contradição fundamental do capitalismo: entre o sistema produtivo e as condições de produção. Desde os primórdios da acumulação primitiva do capital, a conquista de mais e mais lucro se dá com a destruição de trabalhadores e da natureza. Contraditoriamente, o capitalismo destrói sua base, minando a própria capacidade de reprodução. A sorte das classes trabalhadoras e a do meio ambiente estão diretamente vinculadas. A compreensão crítica do vínculo entre luta de classes e ecologia se torna tema indispensável ao pensamento marxista.

Organizado por Carla Ferreira e Mathias Luce, o dossiê deste volume reúne textos dedicados ao meio ambiente, onde, segundo Luce, “a crise climática é apenas a ponta do iceberg da ativação dos limites do capital, quando o imperialismo se torna mais agressivo e fecha o círculo vicioso que coloca em xeque o futuro da humanidade”. Os sociólogos norte-americanos John Bellamy Foster e Brett Clark discorrem sobre as contribuições de Marx e Mészáros à crítica da cisão no metabolismo ecológico e no sociometabolismo provocada pelo funcionamento do capital. O texto do geógrafo Carlos Walter Porto-Gonçalves critica o apetite do capital, que, por meio de patentes industriais e biopirataria, privatiza o conhecimento indígena. Michael Löwy reflete sobre a insustentabilidade do modo de produção e consumo dos países capitalistas avançados. Segundo Mathias Luce, o texto de Löwy ressalta que “a consigna ‘mudar o sistema, não o clima’ e a recente Conferência Mundial dos Povos sobre as Mudanças Climáticas e pelos Direitos da Madre Tierra, em Cochabamba, evidenciam a radicalização das lutas ecológicas no movimento altermundialista”. E o urbanista norte-americano Mike Davis revela como o descontrole das autoridades sanitárias, sob os interesses da agroindústria, favoreceu mutações genéticas do vírus da gripe H1N1.

As contradições do capitalismo tomam nova forma a partir da Revolução Informacional. Em entrevista concedida a Henrique Amorim, em Paris, o sociólogo francês Jean Lojkine expõe os impactos do capitalismo atual no mundo do trabalho, em especial nas identidades classistas.

Abrindo a seção de artigos, Slavoj Žižek procura responder à questão levantada por Walter Benjamin, a respeito de ser ou não possível uma resolução não violenta de conflitos. Para falar sobre o tema sempre presente da “questão judaica”, os filósofos Zoltán Tarr e Judith Marcus descrevem a relação de Lukács com essa temática. Afrânio Mendes Catani e Renato Gilioli analisam as memórias de presas políticas durante a ditadura na Argentina, de 1974 a 1983. Luiz Renato Martins trata da perda de um sentido histórico dos atos culturais, que, segundo ele, é sintoma da passagem de um ideal de formação do Brasil para uma prática de desmanche.

Por fim, o historiador inglês Perry Anderson retoma a noção de hegemonia de Giovanni Arrighi para entender as dinâmicas das relações internacionais de poder e discutir as perspectivas da crise de hegemonia norte-americana.

Na seção Clássico, um texto de Rosa Luxemburgo sobre a Revolução Russa de 1917, no qual a autora critica Lenin e Trotski, que teriam se afastado da política socialista ao defender a formação de um regime ditatorial na Rússia pós-Revolução. Para Rosa, os socialistas têm de se opor à democracia formal burguesa, fundamentada na desigualdade e na servidão, mas de tal modo que surja um novo conteúdo político.

Este número traz ainda resenhas de Virgínia Fontes e Mauro Luis Iasi. E notas de leitura assinadas por Miguel Vedda, Edilson José Graciolli e Luiz Bernardo Pericás.

As fotos – selecionadas por Luiz Renato Martins – foram feitas por Bob Wolfenson para o documentário Um homem de moral, de Ricardo Dias, sobre o compositor Paulo Vanzolini.

“Não te rendas” [No te rindas], de Mário Benedetti – poeta e escritor uruguaio falecido em maio de 2009 –, compõe a seção Poesia, responsabilidade do professor de literatura da universidade de São Paulo Flávio Aguiar. É dele a tradução aqui publicada e a advertência aos leitores: “Há um jogo não ortodoxo com os pronomes pessoais, as concordâncias e a conjugação verbal. Não é descuido, é proposital, para manter o tom oscilante do poeta, entre o tom imperativo e o apelo, a dicção erudita e a coloquial”.

Carlos Eduardo Martins e João Machado homenageiam, respectivamente, o economista italiano Giovanni Arrighi, falecido em janeiro de 2009, e Daniel Bensaïd, filósofo e militante político francês falecido em janeiro de 2010.Além das obras fundamentais que nos legaram, Arrighi e Bensaïd deixaram, como todos os verdadeiramente grandes, exemplos de humanidade, modéstia, solidariedade. Dedicamos a eles esta edição, e também a Gildo Marçal Brandão, Howard Zinn, Giorgio Baratta e tantos outros que empenharam seus dias em fazer deste um mundo mais justo e igualitário.

Ivana Jinkings e João Alexandre Peschanski

Sumário

Apresentação

ENTREVISTA

Jean Lojkine

HENRIQUE AMORIM

DOSSIÊ: IMPERIALISMO, ECOLOGIA E CRISE ESTRUTURAL

A dialética do metabolismo socioecológico: Marx, Mészáros

e os limites absolutos do capital

BRETT CLARK e JOHN BELLAMY FOSTER

Por uma ecologia política crítica da Amazônia

CARLOS WALTER PORTO-GONÇALVES

Crise ecológica, capitalismo, altermundialismo: um ponto de vista

ecossocialista

MICHAEL LÖWY

O capitalismo e a gripe suína

MIKE DAVIS

ARTIGOS

Linguagem, violência e não violência

SLAVOJ ŽIŽEK

Georg Lukács: filósofo e judeu na Europa do século XX

ZOLTÁN TARR e JUDITH MARCUS

Vozes da resistência: prisioneiras políticas na Argentina (1974-1983)

AFRÂNIO MENDES CATANI e RENATO GILIOLI

Dos estudos da formação à greve como formação

LUIZ RENATO MARTINS

Algumas notas históricas sobre hegemonia

PERRY ANDERSON

CLÁSSICO

Sobre a Revolução Russa (1918)

ROSA LUXEMBURGO

HOMENAGENS

Giovanni Arrighi: um pensamento para o século XXI

CARLOS EDUARDO MARTINS

Daniel Bensaïd: militância política como filosofia

JOÃO MACHADO

RESENHAS

O pensamento de um intelectual insubstituível

VIRGÍNIA FONTES

Manifesto contra a delinquência acadêmica e a pedantocracia

MAURO LUIS IASI

NOTAS DE LEITURA

A formação do mercado de trabalho no Brasil

LUIZ BERNARDO PERICÁS

Estado, política e classes sociais: ensaios teóricos e históricos

EDILSON JOSÉ GRACIOLLI

Da miséria ideológica à crise do capital: uma reconciliação histórica

MIGUEL VEDDA

POESIA

Não te rendas

MÁRIO BENEDETTI

APRESENTAÇÃO DAS IMAGENS

Até quando?

LUIZ RENATO MARTINS

1 comentário em Lançamento – Revista Margem Esquerda nº 14

  1. PREZADOS;

    DESEJO ADQUIRIR ESSA REVISTA. QUAL É O PROCEDIMENTO?

    ATT.

    PROF. EDISON DE SOUZA – UNEMAT

    Curtir

1 Trackback / Pingback

  1. Margem Sul State of Mind – Diana Piedade ft. Rui Unas | celebrity | Jay-z

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: