psicanálise

Nem luto, nem melancolia

21/08/2020 // 2 comentários

Por Mauro Iasi / "Não é a vida que segue. É a morte, que segue em seu macabro trabalho auxiliada pelas hordas daqueles que a amam mais do que a vida. Lutemos para que os arqueólogos do futuro, quando escavarem os restos de nossa civilização não encontrem como nossa principal realização a indiferença." [...]

Por uma esquerda que não odeie o dinheiro

12/08/2020 // 7 comentários

Christian Dunker / "Enquanto não inventarmos uma nova maneira de fazer circular o dinheiro sem que ele seja um pecado laico entre nós, será difícil ganhar eleições, se apresentar publicamente sem ser percebido como hipócrita ou arrogante, e recuperar a nossa capacidade coletiva de sonhar." [...]

Ressentimento, palavra-chave para ousar compreender o mundo hoje

04/08/2020 // 1 comentário

Por Maria Homem / "Ressentimento é palavra-chave para ousar compreender o mundo hoje. Maria Rita Kehl traça um vasto panorama que pode nos ajudar a compreender nossa posição diante de conflitos religiosos ou políticos, desde a ascensão do nazismo até a da extrema direita atual, do hemisfério Norte ao Brasil de Bolsonaro." [...]

Onde fica a sua Jerusalém?

15/01/2020 // 8 comentários

Christian Dunker / "Precisamos aprender com Israel. Precisamos entender que o novo fundamentalismo brasileiro se inscreve em uma história e um tempo no qual a mesma doença se alastra." [...]

A decisão fascista e o mito da regressão: o Brasil à luz do mundo e vice-versa

23/07/2019 // 43 comentários

Por Felipe Catalani / "Enquanto insistirmos na ideia de “golpes contra a democracia” continuaremos a bater com a cabeça na parede. Pois isso que estamos chamando de fascismo (no Brasil e no mundo) é, em certa medida, 'democrático', tanto no sentido de que tais regimes foram eleitos por maiorias, quanto no sentido de relativa preservação da normalidade institucional." [...]

A culpa é da esquerda

31/01/2019 // 19 comentários

Por Christian Dunker / "A autocrítica tem também suas patologias. Assim como criticar tornou-se o mesmo que desqualificar e agredir, autocrítica tornou-se sinônimo de admissão de culpa. E a culpa é um afeto pouco transformativo. " [...]

Aspectos ideológicos do bolsonarismo

31/10/2018 // 17 comentários

Por Felipe Catalani / "A própria ameaça se tornou um dos cernes da ideologia: com o poder de ameaçar sente-se que algum poder é possível ter, nem que seja o de botar medo, mesmo que para além disso não se tenha poder algum. A única felicidade possível do bolsonarista, que não é felicidade alguma, é o prazer proporcionado pela ameaça ou pela punição, em que se misturam ressentimento e requintes de sadismo." [...]

Adorno: A psicanálise da adesão ao fascismo

25/10/2018 // 18 comentários

No contexto do dossiê especial dedicado às eleições de 2018, o Blog da Boitempo recupera um artigo fundamental do filósofo alemão Theodor Adorno. O texto não é curto e nosso tempo é escasso, mas a editoria deste Blog recomenda vivamente sua leitura. [...]

O dilema dos 10%

06/08/2018 // 6 comentários

O psicanalista Christian Dunker apresenta uma interessante parábola ética para ajudar a pensar alguns dos dilemas morais envolvidos nas eleições presidenciais que se avizinham. [...]