paulo arantes

No curto prazo todos estaremos mortos: apontamentos críticos sobre o novo consenso “keynesiano”

27/05/2020 // 3 comentários

Quando aqueles que querem acelerar o trilho da barbárie diante da pandemia afirmam que “preservar as economias implica aceitar perdas de vida”, a despeito do caráter assassino e eugenista de tal proposição, eles não deixam de expressar de forma distorcida uma “verdade”: sim, a lógica econômica de nossas sociedades, é cada vez mais a aceleração de um processo crescentemente hostil à vida. [...]