oquerestadogolpe

“Não vai ter verdade!”

30/07/2014 // 1 comentário

Edson Teles / "Em meio às emoções e protestos durante a Copa, as Forças Armadas deram publicidade aos seus relatórios sobre as violações de direitos humanos em suas dependências durante a ditadura..." [...]

Reflexos da ditadura na educação

29/04/2014 // 5 comentários

Emir Sader / "Uma das mais cruéis e duradouras heranças da ditadura se deu plano da educação. Antes do golpe militar, conviviam nas escolas públicas estudantes de classe média e de classes populares. Os enormes gastos com educação privada passaram a fazer parte do orçamento da classe média, financiando a extensão do ensino privado, enquanto as escolas públicas, sucateadas, ficavam restritas basicamente aos estudantes originários das classes populares." [...]

1964, 50 anos depois

03/04/2014 // 3 comentários

Flávio Aguiar / "Virar a página? Sim, é necessário virar a página. Até porque os que não querem virar a página, os Bolsonaros da vida, os militares de pijama nostálgicos da ditadura, os amantes de privilégios em todas as classes sociais não querem virar a página. Querem ficar presos e deter-nos todos na prisão da reverência ao canalhismo de 64. Mas virar a página não significa esquecer. Porque se a metáfora é a do livro, o livro pode e deve ser folheado numa e noutra direção..." [...]

Almas socialistas incansáveis: Soledad e as guerreiras da luta

02/04/2014 // 3 comentários

Urariano Mota / "Eu creio que as almas socialistas não dormem nunca. O trabalho delas é incansável. É permanente. É de construção e de reconstrução do mundo. Mas, enquanto houver torturadores impunes, enquanto houver o escárnio, enquanto houver Bolsonaros, essas almas socialistas estão sem descanso. Eu acho sinceramente, que nós temos o dever. Nós, que levamos tanto tempo pra reconstruir o mundo." [...]

A ditadura venceu

01/04/2014 // 9 comentários

Vladimir Safatle / "Ninguém, nem nas Forças Armadas nem no setor empresarial que tramou e alimentou o golpe teve a dignidade de pedir à sociedade perdão por um regime que destruiu o país. (...) Tudo isso apenas demonstra o fracasso que foi, até agora, o dever de memória sobre a ditadura." [...]

Lançamento Boitempo: Ditadura: o que resta da transição

01/04/2014 // 1 comentário

Cinquenta anos depois do golpe que instaurou a ditadura militar no Brasil – e em meio aos 25 anos de transição democrática em nosso país –, a Boitempo publica Ditadura: o que resta da transição. Obra de inflexível veio crítico, é sobretudo a postura ousada que a distingue da bibliografia existente sobre o assunto: os autores enfatizam, sob perspectivas diversas, a centralidade do caráter de classe da ditadura militar para compreender suas origens, bem como seu legado. [...]

A revolução burguesa no Brasil

28/03/2014 // 7 comentários

Ricardo Musse / "Em 1974, em meio à ditadura e dez anos após o golpe militar, Florestan Fernandes publicou A revolução burguesa no Brasil. Recebido à época como uma tentativa de explicação das origens e fundamentos do Estado autoritário, o livro tornou-se, com o decorrer do tempo, um dos clássicos da sociologia histórica brasileira." [...]