militarização

À beira do abismo

03/10/2018 // 10 comentários

Por Marcos Barreira / "A confusão sistemática da popularidade do ex-presidente Lula entre os segmentos de baixa renda, maciçamente conservadores, com a ideia de um avanço das pautas de esquerda é o que está na origem da estratégia suicida do PT." [...]

Intervenção federal no Rio: o exército nas ruas

21/02/2018 // 10 comentários

Por Marcos Barreira / "Não há nenhuma novidade no recurso às Forças Armadas para solucionar crises políticas locais. Também a atuação de militares no comando da segurança não é nova, mas eles ocupavam um cargo civil. Se há diferenças, nos dias de hoje, é que, em primeiro lugar, a intervenção federal foi devidamente formalizada, com direito a cerimônia oficial; em segundo lugar, ao definir as atribuições do interventor, o decreto de Temer substitui a autoridade civil por uma militar, modificando a natureza do cargo administrativo." [...]

Tribunal de Justiça legitima genocídio dos negros

16/08/2017 // 5 comentários

Edson Teles / "Quando um tribunal de justiça decide aplicar, como em uma humilhação pública no pelourinho, a desqualificação do ser humano não branco, se confirma a institucionalização do racismo e a legitimação do genocídio dos negros. É urgente se colocar visceralmente em oposição a este que tem sido o maior genocídio brasileiro. O qual, juntamente com o etnocídio e o feminicídio, é a estrutura central das formas de dominação e violência." [...]

Cracolândia, Redenção, Ocupa Brasília e a militarização da política

31/05/2017 // 4 comentários

Por Edson Teles / "Brasília, Cracolândia e Redenção não são fatos isolados. Também não começaram a ser praticados ontem. São modelos de laboratório para a modulação de uma sociedade de controle. A sinergia entre estas operações de higienização, repressão a manifestações e eliminação de corpos em resistência é a característica e confirmação maior da militarização da vida, das subjetividades e da política. A sinergia entre estas operações de higienização, repressão a manifestações e eliminação de corpos em resistência é a característica e confirmação maior da militarização da vida, das subjetividades e da política." [...]