Café Bolchevique ultrapassa 1 milhão de visualizações!

A coluna mensal de Mauro Iasi na TV Boitempo já ultrapassou 1 milhão de visualizações! Confira os vídeos mais vistos e não perca o próximo encontro com o nosso comunista de carteirinha.

Em fevereiro de 2019, a TV Boitempo inaugurou uma coluna mensal com o professor Mauro Iasi: o Café Bolchevique, em que o nosso querido comunista de carteirinha introduz conceitos-chave da tradição marxista a partir de reflexões sobre acontecimentos da conjuntura política e social recente no Brasil e no mundo. Os 25 vídeos publicados até agora já ultrapassaram a marca de 1 milhão de visualizações no YouTube!

Apoiado em clássicos do marxismo, Mauro Iasi já abordou na coluna o fetichismo da mercadoria, a guerra e a acumulação de capital, o imperialismo, a arte e sua relação com a política, a greve como instrumento de luta, a hegemonia da pequena política, a melancolia da esquerda, os valores do marxista revolucionário, o golpe, a guerra civil, o lugar dos intelectuais, o capitalismo, as instituições políticas, a paralisia diante das derrotas e muito mais. Tudo isso temperado com uma afiada análise da conjuntura brasileira, latino-americana e mundial, perpassada pela pandemia da covid-19 nos últimos dois anos, pela ascensão de governos de direita e insurreições populares.

Os primeiros 24 episódios do Café Bolchevique tiveram coordenação de Artur Renzo e edição de Heleni Andrade. A partir do episódio 25 a coordenação é de Isabella Meucci, com edição de Uva Construiba.

Confira abaixo os vídeos mais vistos da coluna e clique aqui para acessar a playlist completa, com todos os vídeos. Não se esqueça de se inscrever na TV Boitempo para receber nossos vídeos em primeira mão. Toda semana tem conteúdo novo no canal!

* * *

Café Bolchevique, com Mauro Iasi

CB #1 | Bolsonaro e o fetiche da mercadoria

Neste episódio de estreia Mauro introduz o famigerado conceito de “fetichismo da mercadoria” e procura sublinhar sua relação com as formas políticas do capitalismo para nos ajudar a compreender a eleição de Bolsonaro.


CB #4 | Bolsonaro e a cisão nas classes dominantes

A partir das mobilizações em defesa educação e contra a reforma da previdência, Mauro Iasi analisa a conturbada conjuntura brasileira. Recorrendo às considerações clássicas de Lênin sobre os indicativos de uma situação revolucionária, Mauro analisa as possíveis implicações disso para a sustentação do governo. Para ele, é evidente uma cisão no seio das classes dominantes quanto ao que fazer com Bolsonaro. Quanto basta para elas optem por descartar Bolsonaro? Quais deveriam ser os próximos lances das esquerdas diante desse cenário?


CB #7 | Não fiquem sozinhos! Tristeza e resistência no bolsonaristão 

Episódio com uma poderosa e singela reflexão sobre a tristeza e o desconsolo que abatem muitos de nós nestes e noutros tempos difíceis. Se é certo que a melancolia da esquerda não é de hoje, fica a dica de que a luta e o convívio coletivos são os melhores remédios para esses males do nosso ser social.


CB #10 | Os valores do marxista revolucionário

Neste episódio, nosso comunista de carteirinha se debruça sobre a questão dos valores para o marxista revolucionário.


CB #11 | Coronavírus, Bolsonaro e os rumos do Brasil

Edição extraordinária do Café Bolchevique! Mauro Iasi discute a pandemia da covid-19 e o pandemônio político e econômico do país, em uma análise quente da conjuntura brasileira e mundial.


CB #12 | A pandemia e o momento do golpe

Em edição especial do Café Bolchevique, gravada diretamente do isolamento domiciliar, Mauro Iasi faz uma análise quente da conjuntura política nacional em meio à pandemia da covid-19, e provoca: não se trata de discutir se haverá ou não golpe, mas sim de refletir sobre em que momento do golpe nos encontramos.


CB #13 | Bolsonaro e a ameaça da guerra civil

O risco de uma guerra civil já aparece no horizonte da conturbada conjuntura política brasileira, marcada pelo agravamento da pandemia da covid-19 e pelas crescentes tentativas de intimidação por parte do governo Bolsonaro. Eis o tema desta edição quentíssima do Café Bolchevique, gravada em plena quarentena.


CB #15 | O que está por trás do recuo de Bolsonaro?

Nesta edição, Mauro Iasi analisa o que pode estar por trás do aparente recuo de Bolsonaro. Trata-se de um recuo tático? Estaria o miliciano acuado, ou se preparando para dar um bote? Teria o capitão finalmente reconhecido seu lugar na dinâmica de forças do capital nacional e internacional?


CB #17 | Os intelectuais e a decadência ideológica

Por que o nível intelectual de nosso debate público parece estar cada vez mais baixo? O que isso tem a ver com o lugar dos intelectuais no interior das contradições do capitalismo? Entre a torre de marfim e a reprodução panfletária do senso comum, que papel a intelectualidade desempenha na divisão do trabalho e na luta política? Quais seriam as particularidades desse processo num país de extração colonial e oligárquica como o Brasil? Neste episódio, Mauro Iasi responde a estas e a outras questões com a ajuda de Gramsci, Sérgio Buarque, Lukács e, evidentemente, Marx e Engels.


CB #18 | A internet é o novo ópio do povo?

O que será que Marx, Lênin ou Lukács achariam do filme “O dilema das redes”? A internet é o ópio do povo no século XXI? Como compreender o que há de novo e o que há de velho no chamado capitalismo de vigilância? Neste episódio, Mauro Iasi faz uma leitura marxista do novo documentário da Netflix que discute as engrenagens perversas das redes sociais. Para ele, os protagonistas do filme acertam na descrição do fenômeno mas erram no diagnóstico do verdadeiro dilema ético diante do qual estamos colocados – e por isso se mostram incapazes de apontar soluções efetivas para sair desta armadilha.


CB #21 | O que está por trás da CPI da covid-19?

Neste episódio, Mauro Iasi comenta a CPI da covid-19, a crise política e ausência de consenso entre os segmentos do capital.


CB #24 | Pergunte ao comuna

A forma partido está superada? Quais são os segredos de uma boa análise de conjuntura? A teoria marxista é para poucos? É possível uma sociedade sem Estado? O que, afinal, é a “ditadura do proletariado” de que falava Marx? Como opera a ideologia hoje? Nesta aguardada edição extraordinária do Café Bolchevique, Mauro Iasi responde a todas essas perguntas e ainda emenda uma série de dicas literárias comunistas!


CB #25 | A temporalidade do indivíduo x a temporalidade da classe

No episódio deste mês, nosso querido colunista trata da diferença entre a temporalidade do indivíduo e aquela das transformações históricas. Refletindo sobre as dificuldades colocadas pela conjuntura e pela ansiedade do militante em encontrar soluções para os problemas que o afligem, Mauro Iasi defende a necessidade da consciência de um ser coletivo que extrapole o indivíduo.


Por que comunista? A live dos 300 mil

Pra comemorar a marca dos 300 mil inscritos na TV Boitempo preparamos um encontro especial com dois dos colunistas mais queridos do canal, que se reúnem ao vivo para bater um papo sobre o que significa ser comunista no Brasil de hoje. Mauro Iasi, nosso comunista de carteirinha e apresentador da coluna “Café bolchevique” e Virgínia Fontes, nossa brilhante historiadora marxista que comanda as “Conversas impertinentes” do canal. A mediação foi de Artur Renzo, diretor de conteúdo da editora e idealizador da TV Boitempo.


TV Boitempo [clique aqui para se inscrever]

Com uma programação semanal, disponibilizamos séries exclusivas com nossos autores e colaboradores, além de vídeos de debates, palestras e cursos promovidos pela editora. Há em nosso acervo dezenas de cursos completos disponíveis e centenas de vídeos ao todo. Alguns destaques são os cursos “Feminismo e democracia“, conduzido pela cientista política Flávia Biroli; “Introdução ao pensamento de Angela Davis“, conduzido por Raquel Barreto, Angela Figueiredo e Conceição Evaristo; curso “Democracia: história, formas e possibilidades“, com Marilena Chauí, Antonio Carlos Mazzeo, Virgínia Fontes e Luis Felipe Miguel; além das série “Léxico Marx“, em que alguns dos maiores estudiosos da obra marxiana destrincham conceitos-chave do vocabulário marxiano, e das colunas mensais “Café Bolchevique“, com Mauro Iasi, “Conversas Impertinentes“, com Virgínia Fontes e “Razão Quente“, com Boaventura de Sousa Santos. Concebida por Artur Renzo e atualmente sob coordenação de Isabella Meucci com assistência de Uva Construiba, a TV Boitempo já ultrapassou o marco dos 300 mil inscritos, consolidando-se como o maior canal de YouTube de todo o mercado editorial brasileiro. Clique aqui para se inscrever no canal e receber nossas novidades audiovisuais em primeira mão!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: