2020 em livros: uma retrospectiva do ano na Boitempo

Chegada a temporada de retrospectivas, preparamos uma compilação do nosso ano em livros para compartilhar com nosso querido público leitor!

De janeiro a dezembro de 2020, foram 40 títulos novos que colocamos no mundo, em versões impressas e e-book, com 2 coleções novas e a estreia do Armas da Crítica, nosso clube do livro. Ao todo, foram mais de 100 autoras e autores publicados. Além disso, fizemos mais de 100 reimpressões ao longo do ano.

Você sabe dizer quais foram os maiores autores do ano? E a coleção mais pedida de 2020? Quer saber quais foram os textos mais lidos do Blog da Boitempo? E os vídeos mais vistos da TV Boitempo?

Chega mais, camarada…

Perdeu algum lançamento da editora? Aí vai um listão com todos os 40 livros que colocamos no mundo este ano, organizados por ordem de publicação: 

  1. BelHell, de Edyr Augusto
  2. Últimos escritos econômicos, de Karl Marx (orgs. Sávio Cavalcante e Hyury Pinheiro) [Coleção Marx-Engels]
  3. Capitalismo em debate: uma conversa na teoria crítica, de Nancy Fraser e Rahel Jaeggi
  4. O privilégio da servidão (2a edição), de Ricardo Antunes [Coleção Mundo do Trabalho]
  5. Leotolda, de Olda de Dios [Boitatá]
  6. Brasil à parte, de Perry Anderson
  7. Os sentidos do mundo, de David Harvey
  8. Fala baixinho, de Janaína Tokitaka [Boitatá]
  9. O que fazer?, de Vladímir Ilitch Lênin [Coleção Arsenal Lênin]
  10. Pandemia, de Slavoj Žižek [Coleção Pandemia Capital]
  11. Crise e pandemia, de Alysson Leandro Mascaro [Coleção Pandemia Capital]
  12. A cruel pedagogia do vírus, de Boaventura de Sousa Santos [Coleção Pandemia Capital]
  13. Reflexões sobre a peste, de Giorgio Agamben [Coleção Pandemia Capital]
  14. A arte da quarentena para principiantes, de Christian Ingo Lenz Dunker [Coleção Pandemia Capital]
  15. Construindo movimentos em tempos de coronavírus, de Angela Davis e Naomi Klein [Coleção Pandemia Capital]
  16. (Re)nascer em tempos de pandemia, de Talíria Petrone [Coleção Pandemia Capital]
  17. Coronavírus: o trabalho sob fogo cruzado, de Ricardo Antunes [Coleção Pandemia Capital]
  18. Odeio os indiferentes, de Antonio Gramsci [Coleção Escritos Gramscianos]
  19. Margem Esquerda n. 34 | Dossiê: Crise, neoliberalismo e insurreições populares, coordenado por Luiz Felipe Osório
  20. Universidade pública e democracia, de João Carlos Salles
  21. Antonio Gramsci, o homem filósofo, de Gianni Fresu
  22. Um porto no capitalismo global, de Guilherme Gonçalves e Sérgio Costa [Coleção Mundo do Trabalho]
  23. Ressentimento (3a edição, revista e ampliada), de Maria Rita Kehl
  24. Estrela vermelha, de Aleksandr Bogdánov [Coleção Clássicos Boitempo]
  25. Anticapitalismo em tempos de pandemia, de David Harvey [Coleção Pandemia Capital]
  26. Essenciais são os livros não escritos, de György Lukács [Coleção Biblioteca Lukács]
  27. A peste do capitalismo , de Mike Davis [Coleção Pandemia Capital]
  28. Dentro da noite feroz, de Luiz Eduardo Soares
  29. Gênero, neoconservadorismo e democracia, de Flávia Biroli, Maria das Dores Campos Machado e Juan Marco Vaggione
  30. Água por todos os lados, de Leonardo Padura
  31. Uberização, trabalho digital e indústria 4.0, organizado por Ricardo Antunes [Coleção Mundo do Trabalho]
  32. O Brasil nas trevas (2013-2020), de Luiz Filgueiras e Graça Druck
  33. Dialética da natureza, de Friedrich Engels [Coleção Marx-Engels]
  34. Evangélicos e pandemia, de Pierre Salama [Coleção Pandemia Capital]
  35. Cria da favela, de Renata Souza
  36. Colonialismo e luta anticolonial, de Domenico Losurdo (org. Jones Manoel)
  37. Friedrich Engels: uma biografia, de Gustav Mayer
  38. Karl Marx: uma biografia, de José Paulo Netto
  39. Margem Esquerda n. 35 | Dossiê: Crítica do valor, coordenado por Maurilio Botelho
  40. Fascismo, de Evguiéni B. Pachukanis

TV Boitempo | Mais vistos em 2020

Você sabia que a Boitempo tem o maior canal de vídeos de todo o mercado editorial da América Latina? Em 2020, passamos de 155 mil inscritos com três vídeos novos por semana. Destacamos abaixo os cinco mais vistos no ano.

1. O que é racismo estrutural?
Silvio Almeida
[Especiais TV Boitempo]

2. Breve história da democracia
Marilena Chauí
[Curso “A democracia pode ser assim: história, formas e possibilidades]

3. Pobretologia e falsificação da ira popular
Virgínia Fontes
[Conversas impertinentes]

4. O que está por trás do recuo de Bolsonaro?
Mauro Iasi
[Café Bolchevique]

5. O que é acumulação primitiva?
Virgínia Fontes
[WebCurso: Léxico Marx]


Blog da Boitempo | Mais lidos em 2020

Elencamos os cinco textos mais lidos do ano publicados no Blog da Boitempo. Você que acompanha a programação do Blog, chegou a ler esses? O que achou?

  1. Agamben sendo Agamben: o filósofo e a invenção da pandemia”, por Yara Frateschi
  2. O capitalismo tem seus limites”, de Judith Butler
  3. Por uma esquerda que não odeie o dinheiro”, de Christian Dunker
  4. Bem-vindo ao deserto do viral! Coronavírus e a reinvenção do comunismo”, de Slavoj Žižek
  5. Coronavírus: tudo que é sólido desmancha no ar”, de Boaventura de Sousa Santos

Alcance geográfico

Até onde a Boitempo chega?

  • Livros da Boitempo chegaram em todos os 28 estados brasileiros,
  • atingindo um total de 1460 cidades,
  • através das mãos de mais de 500 livreiros de todo o país.

Os cinco autores mais pedidos do ano?

  • Angela Davis
  • Karl Marx
  • Vladímir Lênin
  • Nancy Fraser
  • Leonardo Padura

As coleções mais pedidas do ano?

  • Marx-Engels
  • Tinta vermelha
  • Mundo do Trabalho

Os mais pedidos de cada coleção da Boitempo

Coleção Marx-Engels

  1. O capital: crítica da economia política, Livro I, de Karl Marx
  2. O 18 de brumário de Luís Bonaparte, de Karl Marx
  3. Manifesto Comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels

Boitatá | Uma Boitempo para crianças

  1. Meu crespo é de rainha, de bell hooks e Chris Raschka 
  2. “O capital” para crianças, de Liliana Fortuny e Joan R. Riera 
  3. Pássaro Amarelo, de Olga de Dios
  4. Lute como uma princesa: contos de fadas para crianças feministas, de Vita Murrow e Julia Bereciartu
  5. Monstro Rosa, de Olga de Dios

Estado de Sítio, coordenado por Paulo Eduardo Arantes

  1. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal, de Christian Laval e Pierre Dardot
  2. A escola não é uma empresa: o ataque do neoliberalismo à educação, de Christian Laval
  3. Mal-estar, sofrimento e sintoma, de Christian Dunker

Marxismo e literatura, coordenado por Michael Löwy e Leandro Konder (in memorian)

  1. Walter Benjamin, aviso de incêndio: uma leitura das teses “Sobre o conceito de história”, de Michael Löwy
  2. O capitalismo como religião, de Walter Benjamin (organizado por Michael Löwy)
  3. Sobre o amor, de Leandro Konder

Margem Esquerda, revista semestral da Boitempo

  1. Margem Esquerda #35 | Crítica do valor
  2. Margem Esquerda #34 | Crise, neoliberalismo e insurreições populares
  3. Margem Esquerda #33 | Marxismo e lutas LGBT

Mundo do trabalho, coordenada por Ricardo Antunes

  1. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços na era digital, de Ricardo Antunes (2a edição, revista e ampliada)
  2. A educação para além do capital, de István Mészáros
  3. Uberização, trabalho digital e indústira 4.0, organizado por Ricardo Antunes

Arsenal Lênin

  1. O Estado e a revolução, de Vladímir Lênin
  2. Democracia e luta de classes, de Vladímir Lênin
  3. O que fazer?, de Vladímir Lênin

Biblioteca Lukács, coordenada por José Paulo Netto e Ronaldo Vielmi Fortes

  1. Para uma ontologia do ser social I, de György Lukács
  2. Esssenciais são os livros não escritos, de György Lukács
  3. Para uma ontologia do ser social II, de György Lukács

Tinta Vermelha

  1. Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar, de Fernando Cássio [org.]
  2. O ódio como política: a reinvenção das direitas no Brasil, de Esther Solano (org.)
  3. Bala perdida: A violência policial no Brasil e os desafios para sua superação, de vários autores

Clássicos

  1. Estrela vermelha, de Aleksandr Bogdánov
  2. Tempos difíceis, de Charles Dickens
  3. A véspera, de Ivan Turguêniev

Pandemia Capital

  1. A cruel pedagogia do vírus, de Boaventura de Sousa Santos
  2. Pandemia, de Slavoj Žižek
  3. Crise e pandemia, de Alysson Leandro Mascaro

Barricada

  1. Laika, de Nick Abadzis
  2. Marx, uma biografia em quadrinhos, de Corinne Maier e Anne Simon
  3. Modelo vivo, de Laerte Coutinho

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: