O som de Junho

14.10.09_Lincoln Secco_O som de junhoPor Lincoln Secco.

Junho não marcou apenas um novo ciclo político no Brasil. Decerto ele também terá seus reflexos artísticos, comportamentais e literários. O novo vocabulário político, a gíria e o jargão se consolidaram (os “coxinhas” que o digam). As inovações táticas das lutas de rua e, para desprezo de velhos esquerdistas, até mesmo o anarquismo (que já renascia na literatura e nas ações editoriais bem antes), retomaram um espaço que há muito não possuía.

Entre os sons de junho, houve a retomada de uma antiga forma de conteúdo sempre contestador. Mau, o antigo vocalista da banda de punk rock mais lendária do ABC paulista (Garotos Podres) uniu-se a bons músicos (Kaká Saffiotti, Shu e Uel) para criar “O satânico Doutor Mao e os espiões secretos”.

No primeiro CD a referência a Junho é evidente na faixa “Repressão Policial”. Curiosamente, as jornadas juninas não racharam somente grupos políticos. Pouco antes os Garotos Podres já estavam acabando por motivos ideológicos. O vocalista ficou cada vez mais isolado na defesa de posições de esquerda contra os que aderiram às teses neoliberais e neofascistas, seguindo músicos como Lobão e Roger, outrora “contestadores” quando isso era moda nos anos 1980.

O CD do Satânico Dr. Mao não rompe com seu passado, mas se compromete com as lutas do presente. Uma das características dele sempre foi o humor e, particularmente, uma auto-ironia que desconstrói seu radicalismo estético no exato momento em que o afirma.

Mas aqui se mostra a sua inteligência artística e política (indissociáveis): ao ironizar a fórmula secreta para uma bomba ou imaginar uma improvável destruição da Casa Branca, o que se nos revela é o caráter ridículo da auto-propaganda dos Estados Unidos e de seus porta vozes midiáticos. Afinal, se todo mundo foi obrigado a ouvir a falsa acusação de que Sadam Hussein possuía o que não tinha, qual o problema de defendermos a “democratização das armas de destruição em massa”? Para isso, basta ouvir Mao a ensinar um pouco de termodinâmica…

Até mesmo o humor com uma batida respeitável (faixa “Espião Secreto”) não deixa de fazer eco à espionagem internacional denunciada por Assange, Snowden e outros.

É claro que não faltaram ao CD as tradicionais “homenagens” políticas. Mao gravou “Avante Camarada”, hino do Partido Comunista Português e SAM Song, uma música irlandesa dedicada ao IRA cuja Gaita cromática de Kaká Safiotti a torna irrecusável. Também a clássica Guantanamera aparece neste CD de forma inesperada: a voz do vocalista, “envelhecida” e mais rouca deixa a canção muito melhor.

Por fim, a participação de João Gordo (Ratos do Porão) com sua voz gutural na música clássica do punk cruspiano dos anos 1980 (Hospício) fecha um disco digno das Jornadas de Junho.

***

Eleições630p

Especial Eleições: Artigos, entrevistas, indicações de leitura e vídeos para aprofundar as questões levantadas em torno do debate eleitoral de 2014. Colaborações de Slavoj Žižek, Mauro Iasi, Emir Sader, Carlos Eduardo Martins, Renato Janine Ribeiro, Edson Teles, Urariano Mota e Edson Teles, entre outros. Confira aqui.

***

Lincoln Secco é professor de História Contemporânea na USP. Publicou pela Boitempo a biografia de Caio Prado Júnior (2008), pela Coleção Pauliceia. É organizador, com Luiz Bernardo Pericás, da coletânea de ensaios inéditos Intérpretes do Brasil: clássicos, rebeldes e renegados, e um dos autores do livro de intervenção da Boitempo inspirado em Junho Cidades rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. Colaborou para o Blog da Boitempo mensalmente durante o ano de 2011. A partir de 2012, tornou-se colaborador esporádico do Blog.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Prêmio da Música Brasileira vai homenagear Bethânia na edição de 2015 | MANHAS & MANHÃS
  2. Bastidores do novo livro de Harvey sobre Marx | MANHAS & MANHÃS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: