Lançamento Boitempo: “O novo tempo do mundo”, de Paulo Arantes

o novo tempo do mundo_capa_envio

A Boitempo acaba de lançar o novo livro de Paulo Eduardo Arantes, pela coleção Estado de Sítio. O novo tempo do mundo: e outros estudos sobre a era da emergência, é o mapa possível de nosso tempo – um tempo em contínua guerra civil, assinalado pela ausência de perspectivas, estado de exceção permanente, catástrofe ambiental, colapso urbano e militarização do cotidiano: uma era de perpétua emergência, em que esquerda e direita confluem na gestão de programas de urgência.

Os ensaios que compõem o livro articulam reflexões sobre as manifestações de junho de 2013, o extermínio colonial, a economia de guerra, a indústria dos presídios, as UPPs, o trabalho nos campos de concentração, as revoltas nos guetos, o golpe militar de 64, no desafio de pensar a experiência da história em uma era de expectativas decrescentes.

Entre abril e maio Paulo Arantes passa por Brasília, São Paulo e Curitiba para debater o livro em eventos gratuitos e abertos ao público. Saiba mais ao final deste post.

Leia abaixo a orelha do livro assinada por Pedro Rocha de Oliveira

O que há de comum entre o extermínio colonial, os campos de concentração, a destruição nuclear mútua assegurada, e a criminalização da pobreza? Resposta: a sociedade moderna, com seu regime de guerra civil permanente e a “máquina de moer gente” da produção de mercadorias. Essa sociedade, que nasceu falando de sua própria novidade, nasceu também contando o tempo que –  quando o que está em jogo é o controle do trabalho – é dinheiro. Inventou a promessa do desenvolvimento perpétuo, a inclusão social total a perder de vista, o projeto civilizatório de uma felicidade-depois como paga do sofrimento-agora.

Mas na época em que o próprio dinheiro, no cassino geral do capitalismo especulativo, também virou coisa do futuro; em que a supostamente dourada aliança entre welfare state e corrida armamentista internacional deu lugar à combinação de neoliberalismo e militarização do quotidiano; em que a mercadoria colonizou a vida privada até o último pelo pubiano; em que o horizonte de contagem do tempo é a catástrofe ambiental, o colapso urbano, a emergência militar e a crise econômica; na época, enfim, do que Paulo Arantes há tempos já chama de “fuga para a frente”, o próprio adiamento, a relativização da vida, a espera, se transformou em fim-em-si-mesmo, espelhando e explicitando com fulgor sinistro a lógica circular da modernização-acumulação capitalista.Desde o Estado que combina agenciamento do sub-emprego e promoção do microcrédito à prática descarada da exceção, até as empresas que, através de violência econômica e extra-econômica, chantageiam povos inteiros, as típicas construções sociais modernas estão com os dentes de fora, mostrando a quê vieram, para quem quiser ver. E Paulo Arantes não desvia o olhar.

Lançando mão ocasional do seu sutil humor de cadafalso – procedimento de distanciamento que não tira ninguém do sufoco, mas devolve a ele com vitalidade renovada para a crítica do existente – o autor analisa a economia de guerra, a indústria dos presídios, os campos de extermínio, as revoltas nos guetos, o golpe militar, e promove a experiência conceitual cuidadosa e radical desse tempo novo que dá a sensação de que a novidade morreu, mostrando o enraizamento dessa sensação na pré-histórica história catastrófica do capitalismo, defrontando o leitor com a necessidade de rejeitar urgentemente sua continuidade tediosa, trabalhosa, patogênica, destrutiva – rejeitar seus escombros, que persistem em se manter de pé.

o novo tempo do mundo_paulo_debate_final

A Boitempo Editorial convida a todos para os debates de lançamento de O novo tempo do mundo: e outros estudos sobre a era da emergência, de Paulo Arantes. Entre abril e maio, o autor passa pelas cidades de Brasília, São Paulo e Curitiba em eventos gratuitos e abertos ao público em geral. Nos três casos haverá sessão de autógrafos ao final do debate. Saiba mais sobre o livro aqui.

Confira a página oficial do evento no Facebook.

1 Trackback / Pingback

  1. Lançamento Boitempo: “O novo tempo do mundo”, de Paulo Arantes | EVS NOTÍCIAS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: