Mészáros: Os 30 anos do MST

14.02.19_Mészáros_30 anos MST[Mészáros recebendo a homenagem do MST a sua esposa, Donatella Mészáros, na ENFF (Escola Nacional Florestan Fernandes) em 2009, durante sua visita ao Brasil para o II Seminário Margem Esquerda da Boitempo]

Por István Mészáros.

Esta é a mensagem de István Mészáros ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra por ocasião de seus 30 anos de luta. Leia aqui a versão em inglês da carta do filósofo húngaro.

Caríssimos amigos e camaradas,

vocês celebram o trigésimo aniversário da fundação de seu movimento. É uma grande conquista, não apenas para os trabalhadores rurais de seu próprio país, mas para todos em nosso mundo conturbado.

Da lembrança de minha primeira experiência no Brasil, no nordeste em 1983, recordo algumas amargas revoltas por comida travadas lá logo cedo na manhã de minha chegada. As dolorosas condições de exploração na raiz de tais revoltas foram causa de enorme sofrimento para incontáveis pessoas. Algo tinha de ser feito para combater a intolerável miséria. Seu movimento, o MST,  foi fundado em 1984 e se consolidou com grande dedicação e sacrifício contra as forças da exploração e da injustiça. Nesses trinta anos, continuaram a se fortalecer, demonstrando ao mundo que podiam sustentar suas condições de trabalho e vida com desempenho e autonomia exemplares, a serem seguidos em outro lugar.

Sabem melhor do que eu quanto mais ainda está para ser feito pra realizar suas grandes aspirações. Uma reforma agrária radical há muito tempo urge, não apenas em seu país mas também em muitas outras partes do mundo em que a população rural pode e deve assumir controle de seu destino. Desejo-lhes grande sucesso também a esse respeito para o futuro próximo.

Minha esposa, Donatella, e eu sempre apoiamos vocês de toda forma que pudemos. Tivemos o privilégio de celebrar junto com vocês o vigésimo aniversário de seu movimento vitalmente importante. Tragicamente, ela não está mais conosco. Mas enquanto eu viver, podem estar certos de meu apoio, também em nome dela.

Meus caríssimos amigos e camaradas,

Que este trigésimo aniversário de seu movimento sirva de marco para um grande avanço em nossa plenamente compartilhada causa por uma mudança fundamental na sociedade em todo lugar!

Sinceramente, sempre,
István Mészáros

Rochester, 23 de janeiro de 2014

MST

[Manifestação do MST  nesta quinta-feira, dia 12.02.2014, em Brasília]

***

István Mészáros é autor de extensa obra, ganhador de prêmios como o Attila József, em 1951, o Deutscher Memorial Prize, em 1970, e o Premio Libertador al Pensamiento Crítico, em 2008, István Mészáros se afirma como um dos mais importantes pensadores da atualidade. Nasceu no ano de 1930, em Budapeste, Hungria, onde se graduou em filosofia e tornou-se discípulo de György Lukács no Instituto de Estética. Deixou o Leste Europeu após o levante de outubro de 1956 e exilou-se na Itália. Ministrou aulas em diversas universidades, na Europa e na América Latina e recebeu o título de Professor Emérito de Filosofia pela Universidade de Sussex em 1991. Entre seus livros, destacam-se Para além do capital rumo a uma teoria da transição (2002), O desafio e o fardo do tempo histórico (2007) e A crise estrutural do capital (2009), A obra de Sartre, e O conceito de dialética em Lukács todos publicados pela Boitempo. 

1 comentário em Mészáros: Os 30 anos do MST

  1. Jacinto Pereira Sousa Júnior // 20/02/2014 às 3:07 pm // Responder

    Quero celebrar o nascimento de um dos mais importantes Movimentos Sociais do Brasil e da América Latina. Espero que o MST produza grandes discussões em torno da problemática agrária e, ao mesmo tempo, esteja proporcionando grandes mobilizações para sacudir a esturutra social consrvadora e reafirmando sua condição fundamental de luta em favor dos trabalhadores rurais que, historicamente, vivem relegados à condição miserável. Parabenizar, também, a mensagem emitda por Mészáros, esse intelectual comprometido com a causa popular. Que a história do MST se propague por todo tempo e os ventos da democracia se espraia em cada liderança buscando o caminho proposto pelo Movimento: a reforma agrária e o bem-estar de todos os trabalhadores brasileiros! Parabéns.

    Curtir

1 Trackback / Pingback

  1. Mészáros: Os 30 anos do MST | EVS NOTÍCIAS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: