Sorteio de exemplar autografado de “Em defesa das causas perdidas”, de Slavoj Žižek

Atendendo aos pedidos de nossos leitores, vamos realizar sorteios fora de nosso perfil no Twitter (@editoraboitempo).

Para comemorar a passagem de Slavoj Žižek pelo Brasil e o lançamento das versões eletrônicas (e-books) de Bem-vindo ao deserto do Real! (em versão especial ilustrada) e Às portas da revolução (ambos vendidos com exclusividade de um mês pela Livraria Cultura), vamos sortear exemplar autografado de Em defesa das causas perdidas.

Para participar do sorteio, comente este post respondendo a pergunta: Qual livro da Boitempo você gostaria de ter em e-book? Além da resposta, deixe no comentário alguma forma de contato (e-mail, twitter, Facebook etc.).

O sorteio será gerado a partir das respostas válidas, limitadas a uma participação por leitor, sendo o período de participação das 11h30 de quinta-feira, 26 de maio, até as 15h da sexta-feira, 03 de junho de 2011.

Lembrando que, atualmente, livros eletrônicos podem ser lidos em diversos programas e aparelhos (computadores, eReaders, tablets, smartphones…), apresentando liberdades em relação a versão impressa (acrescentar material exclusivo, conteúdo colorido, navegabilidade etc.). Dessa forma, uma versão eletrônica pode servir como complemento à versão impressa, além de possibilitar maior acessibilidade (territorial e financeira) às obras.

Para ajudá-los a responder a questão, sugerimos a navegação por nosso site (com nosso catálogo completo) e pelo inspirador blog Tipos Digitais (com belo apanhado de artigos e notícias sobre o universo dos livros eletrônicos no Brasil e no mundo).

Boa sorte!

***

Para quem não teve a chance de pegar um autógrafo com Slavoj Žižek, estamos vendendo cópias autografadas de Em defesa das causas perdidas e Primeiro como tragédia, depois como farsa. Interessados devem enviar e-mail para vendas@boitempoeditorial.com.br

167 comentários em Sorteio de exemplar autografado de “Em defesa das causas perdidas”, de Slavoj Žižek

  1. Acho que “O que resta da ditadura” daria um belo e-book!

    Parabéns pela iniciativa.

    kiweedo@gmail.com

    Curtir

  2. Lívia Ascava // 26/05/2011 às 2:42 pm // Responder

    “Primeiro como tragédia, depois como farsa”, do Zizek também seria uma boa opção. Não é um livro longo (mais dificil de ler no formato digital), nem muito ilustrado como o revoluções (que é uma coisa linda de se ter no papel).

    Curtir

  3. Que tal “Trabalho e subjetividade”?

    Meu Twitter: @sweethell.

    Curtir

  4. Eu ia dizer o mesmo…
    Mas, pra não repetir, voto em “Estado de Exceção” do Giorgio Agamben!

    Curtir

  5. Diog Eduardo M C dos Santos // 26/05/2011 às 2:46 pm // Responder

    A enciclopédia “Latinoamericana” seria perfeita em um ebook.

    diogoemcs@gmail.com

    Curtir

  6. Primeiro como tragédia, depois como farsa, do Zizek

    Curtir

  7. Realmente, “O que resta da ditadura” seria uma boa escolha.

    Curtir

  8. Um belo e-book seria o “Manuscritos Economico-Filosóficos” de Marx.

    lrmascis@hotmail.com

    Curtir

  9. Renata Lima // 26/05/2011 às 2:49 pm // Responder

    Às portas da Revolução!

    Bjss

    Curtir

  10. Felipe Lopes Tamelini // 26/05/2011 às 2:49 pm // Responder

    Decerto o livro do Márcio Bilharinho Naves, Marxismo e Direito: um estudo sobre Pachukanis.

    Curtir

  11. Certamente, o melhor seria a Enciclopédia Latinoamericana. Todo o conteúdo da obra, com a portabilidade de um e-book seria sensacional.

    twitter: @pedrosalt

    Curtir

  12. O 18 de Brumário de Luís Bonaparte, de Karl Marx. Seria mto bom! =) Contato por Twitter (DM ou reply) ou e-mail, ambos registrados.

    Curtir

  13. Daniela Possebon // 26/05/2011 às 2:50 pm // Responder

    “Para além do capital” do István Mészáros.

    Curtir

  14. rodrigo couto // 26/05/2011 às 2:51 pm // Responder

    As novas ciências e as humanidades

    Curtir

  15. O próprio livro do Zizek: Em defesa das causas perdidas ou o Primeiro como tragédia depois como farsa.

    Curtir

  16. Eu adoraria ver Dez Lições Sobre Estudos Culturais, da Maria Elisa Cevasco.

    Curtir

  17. “Lacrimae Rerum”, Zizek.

    Curtir

  18. Maria Carolina Bissoto // 26/05/2011 às 2:57 pm // Responder

    Acho que “O que resta de Auschwitz” seria um ótimo e-book.

    Curtir

  19. Demetrio Cherobini // 26/05/2011 às 3:04 pm // Responder

    “Qual livro da Boitempo você gostaria de ter em e-book?”

    Para além do capital, de István Mészáros.

    e-mail: cherobini@yahoo.com.br

    Curtir

  20. André Coutinho Augustin // 26/05/2011 às 3:09 pm // Responder

    Deveriam publicar a Enciclopédia Latinoamericana em e-book.

    @andreaugustin

    Curtir

  21. “Democracia e capitalismo”, de Ellen Wood. É a minha autora favorita!

    Curtir

  22. valdir alves // 26/05/2011 às 3:10 pm // Responder

    acredito um e-book seria ótimo o título da psicanalista Maria Rita Kehl,
    O tempo e o cão – a atualidade das depressões

    Curtir

  23. Quase como um protesto pelos eventos desta semana, proponho “A questão ambiental”, de Leila da Costa Ferreira.

    @anacronicas

    Curtir

  24. “A era da indeterminação”, Francisco de Oliveira e Cibele Saliba Rizek.

    Curtir

  25. marlon hans // 26/05/2011 às 3:15 pm // Responder

    Os da coleção mundo do trabalho, em específico “Do Corporativismo ao Neoliberalismo”.

    twitter: @marloncomtwiter

    Curtir

  26. Thiago Lemos // 26/05/2011 às 3:15 pm // Responder

    “O reino e a glória” – Giorgio Agamben

    thiagolp84@yahoo.com.br

    Curtir

  27. Escolheria este livro do Zizek: Em defesa das causas perdidas, ou então, Bem-vindo ao deserto do real.

    Curtir

  28. Eu gostaria de ter em e-book o “Revoluções”, organizado pelo Michael Lowi. Pô, aquilo é lindo.

    meu twitter @hector_ferreira

    Curtir

  29. Todo o catálogo da Boitempo poderia virar e-book. Mas como é um só, escolho a enciclopédia Latinoamericana.

    Email: candido.1984@gmail.com

    twitter: @_tcandido

    Curtir

  30. ‘Visão em paralaxe’ do Zizek.

    Curtir

  31. PAULO ROBERTO GONÇALVES // 26/05/2011 às 3:33 pm // Responder

    ESCOLHERIA O LIVRO A opinião pública, entre o velho e o novo” e os 47 anos do Golpe de 1964 QUE DARIAM UM ÓTIMO E-BOOK.

    Curtir

  32. Sem sombra de dúvidas, “A Educação para Além do Capital”, Mészáros.. leitura obrigatória e libertadora! Sem contar que o PDF seria uma arma contra o individualismo que vivemos: teríamos o poder de projetá-lo em sala de aula, discuti-lo…

    Um grande abraço!

    twitter.com/tiscianne

    Curtir

  33. Cláudia Machado // 26/05/2011 às 3:36 pm // Responder

    A crise estrutural do Capital, do Mészáros.
    @cucamachado

    Curtir

  34. Daniel Domingues Monteiro // 26/05/2011 às 3:44 pm // Responder

    Acho que vocês deveriam publicar a revista “Margem Esquerda” também em formato digital. Contato: danieldmonteiro@uol.com.br

    Curtir

  35. Maria Marta Rodrigues Ferreira // 26/05/2011 às 3:48 pm // Responder

    Senhores,

    Parabéns pelo belo, organizado e rico, culturalmente, acervo de publicações. Para e-book seria interessante o livro “O Tempo e o Cão,: A Atualidade das Depressões” de Maria Rita Kehl.

    Aguardo

    Marta

    Curtir

  36. Gabriel Sales Melo // 26/05/2011 às 3:49 pm // Responder

    “Primeiro como tragédia, depois como farsa” seria uma ótima pedida, só o título já é ótimo.

    twitter: @gabriel_sales

    Curtir

  37. O babadeiro “Revoluções” organizado pelo Michael Löwy. Todos iam pirar com as imagens do livro impresso em formato digital.

    Meu twitter: @micheldopsol

    Curtir

  38. Thiago Rosa // 26/05/2011 às 4:14 pm // Responder

    “O século XXI – socialismo ou barbárie?” do Mészáros.

    Curtir

  39. Bruno Borges // 26/05/2011 às 4:32 pm // Responder

    Acho que digitalizar “O 18 de Brumário de Luís Bonaparte” de Marx seria ótimo.

    Meu twitter: @borgesbm

    Curtir

  40. Mozart Silvano Pereia // 26/05/2011 às 4:38 pm // Responder

    Todas os números da Margem Esquerda!

    Curtir

  41. Rafael Dantas // 26/05/2011 às 4:41 pm // Responder

    Visão em Paralaxe do Zizek

    Curtir

  42. Evandro Nobre Soares // 26/05/2011 às 5:00 pm // Responder

    Também proponho o e-book do “Revoluções” de M. Löwi.
    enobre@uol.com.br

    Curtir

  43. Mariana David German // 26/05/2011 às 5:02 pm // Responder

    Concordo com os que votaram em Enciclopédia Latinoamericana!

    @marianadgerman

    Curtir

  44. Estevam Alves Moreira Neto // 26/05/2011 às 5:04 pm // Responder

    Minha pedida é: “Prolegômenos para uma ontologia do ser social”, György Lukács. Pois já que uma “ontologia hoje tornada possível” deveria está disponível nos mais diversos formatos (não somente digital, mas em versões em livros mais simples, portanto, mais baratas: livros para classe trabalhadora!).

    Curtir

  45. Carlos Augusto Santana Pereira // 26/05/2011 às 5:04 pm // Responder

    A enciclopédia latinoamericana tem um excelente perfil para E-Book, pois trata de temas muito atuais, reivindicando com urgência uma grande circulação, conjugado com o barateamento da obra (a versão impressa é cara).

    e-mail: carlosufrj@hotmail.com

    Curtir

  46. Ana Paula Abreu Fialho // 26/05/2011 às 5:07 pm // Responder

    O ‘Revoluções’ é lindo! Incrível! Digitalizá-lo seria bom inclusive para divulgar as fotos.

    Curtir

  47. “Infoproletários: degradação real do trabalho”, umbilicamente ligado ao mundo digital, bem como dos Ebooks;

    http://www.twitter.com/phamaral
    ph_amaral10@hotmail.com

    Curtir

  48. Carlos Augusto Santana Pereira // 26/05/2011 às 5:11 pm // Responder

    Latinoamericana: enciclopedia contemporânea da América Latina e do Caribe é uma boa pedida.

    carlosufrj@hotmail.com

    Curtir

  49. Primeiro como tragédia, depois como farsa do Slavoj Žižek.

    @aloisiofcs

    Curtir

  50. Athos Vieira // 26/05/2011 às 6:45 pm // Responder

    “Primeiro como tragédia, depois como farsa” Zizek!

    Grande abraço

    athosluiz@gmail.com

    Curtir

  51. Maria Cristina // 26/05/2011 às 6:52 pm // Responder

    Gostaria de parabenizar a Boitempo pelos eventos e excelentes publicações e sugerir para e-book “Cinismo e falência da crítica” do Vladimir Safatle!

    Curtir

  52. Marcos Antonio Teixeira // 26/05/2011 às 7:04 pm // Responder

    “Crítica à razão dualista/ O ornitorrinco” seria uma excelente leitura para ajudar a pensar o Brasil.
    @Marcos_com_s

    Curtir

  53. Flávio Roberto Batista // 26/05/2011 às 7:19 pm // Responder

    Indispensável a publicação em e-book de “Para além do Capital” do Meszáros.

    twitter para o sorteio: @flaviorbatista

    Curtir

  54. Luiz Paulo Leitão Martins // 26/05/2011 às 8:04 pm // Responder

    “Para além do capital” de István Mészáros.
    Twitter:
    @luizpaulolm

    Curtir

  55. “O reino e a glória” – Giorgio Agamben

    odilonscastro@yahoo.com.br

    Curtir

  56. Que tal O reino e a glória, Giorgio Agamben?

    suelyfarah@uol.com.br

    Curtir

  57. Um livro que eu gostaria em e-book seria “Os irredutíveis” do Daniel Bensaid.

    Abraços

    Twitter: @erickdasilva

    Curtir

  58. Vânia Cavalcante // 26/05/2011 às 10:12 pm // Responder

    “A Educação para Além do Capital”, de Mészáros.

    Curtir

  59. gostaria também de ver a enciclopedia
    latinoamericana digitalizada. seria ótimo
    alexandrefreitas76@yahoo.com.br

    Curtir

  60. Giorgio Agamben – Giorgio Agamben. Aliás, podiam lançar todos os títulos dele que vcs possuem no catálogo, que tal?

    Curtir

  61. O livro Os cangaceiros, de Luiz Bernardo Pericás, que é sensacional!

    Curtir

  62. Ricardo Henrique de Carvalho Lara // 27/05/2011 às 2:22 pm // Responder

    Penso toda a coleção Marxismo e Literatura poderia ser disponibilizada em e-book. Seria ótimo!

    Curtir

  63. Mateus Rocha // 27/05/2011 às 6:32 pm // Responder

    Gostaria de ter “A potência plebéia” do Alvaro Garcia Linera, um livro brilhante!

    abraços

    email: mateusrcorrea@gmail.com

    Curtir

  64. Diego Polese de Queiroz // 27/05/2011 às 7:06 pm // Responder

    O desafio e o fardo do tempo histórico (István Mészáros), livro sensacional…

    Curtir

  65. Alex Góes Cerri // 27/05/2011 às 7:07 pm // Responder

    “Profanações”, de Giorgio Agamben.

    A publicação, em e-book, de um livro que aborde temas como Estética, Literatura e Filosofia, algo fora do padrão no que tange aos e-books no Brasil, é, de certo, uma grande oportunidade, além de um belo brinde a Cultura em viés digital.

    Abraços.

    Curtir

  66. Herbert Amaral // 28/05/2011 às 1:03 am // Responder

    Minha sugestão é o livro do Pericás, Os cangaceiros: ensaio de interpretação histórica.

    Curtir

  67. José Carlos Pacini // 28/05/2011 às 2:06 am // Responder

    O livro do historiador Luiz Bernardo Pericás, Os cangaceiros, que é um excelente estudo sobre o banditismo rural no Nordeste brasileiro.

    Curtir

  68. Marcelo José de Souza e Silva // 28/05/2011 às 2:36 am // Responder

    A visão em paralaxe do Zizek em e-book.

    marcelojss@gmail.com

    Curtir

  69. Rodrigo José F. de Barros // 28/05/2011 às 3:08 am // Responder

    “O século XXI – socialismo ou barbárie?” seria uma bom e-book.

    Contato: twitter @quartosinistro
    email: rodrigosinistro90@gmail.com

    Curtir

  70. Alessandra Freitas // 28/05/2011 às 4:53 pm // Responder

    Seria muito bom se fosse publicado “O Ano I da Revolução Russa” de Victor Serge.
    Para quem já leu sabe o quanto esse livro é excelente!
    E, para quem não leu, adquiri-lo no formato e-book pode ser uma grande oportunidade!

    email: alessandrafreitas.ufu@gmail.com.

    Abraços e boa leitura a tod@s.

    Curtir

  71. Hernandez Vivan // 29/05/2011 às 4:44 pm // Responder

    Extinção, de Paulo Arantes!

    e-mail: jarivaway arroba gmail ponto com .

    Curtir

  72. Gostaria de ver uma versão do livro “Uma introdução à letura de Hegel”, de Alexandre Kojève.
    Fernado.
    Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=1779586225
    Abraços.

    Curtir

  73. Atualidade Historica Da Ofensiva Socialista

    ISTVAN MESZAROS,

    mauriciogurjao@gmail.com

    Curtir

  74. Bernardo B Ribeiro // 30/05/2011 às 5:27 pm // Responder

    Uma boa ideia seria a enciclopédia “Latinoamericana”!

    Bernardo Ribeiro

    bbribeiro@hotmail.com

    Curtir

  75. Fabiana Almeida // 30/05/2011 às 5:35 pm // Responder

    Olá gente, bela promoção!!!
    Qualquer obra de Marx e Engels seria ótimo, mas vou deixar como sugestão um livro sobre a crise no trabalho. “A crise estrutural do capital” de István Mészáros e ainda tem prefácio de Ricardo Antunes!!

    e mail: almeidaufpb@gmail.com
    Twitter: @fabianaekennedy

    Valeu!!!

    Curtir

  76. acho que “A educação para além do capital”-István Mészáros. seria um otimo e-book

    Curtir

  77. Renata Braga // 30/05/2011 às 6:16 pm // Responder

    Enciclopédia Latinoamericana, certeza!

    resantos.braga@gmail.com

    Curtir

  78. Erik Chiconelli Gomes // 30/05/2011 às 6:18 pm // Responder

    “EM DEFESA DAS CAUSAS PERDIDAS”, DE SLAVOJ ŽIŽEK

    twitter: erikcgomes

    Curtir

  79. Penso que “(os sobreviventes)” seria uma boa opção além de matar dois coelhos numa cajadada só: deixaria de estar esgotado!

    Em tempo: Parabéns à equipe editorial pela seleção das publicações.

    Abraços.

    Curtir

  80. Manuscritos econômico-filosóficos de Marx!

    Curtir

  81. Alexandre Moreira Oliveira // 30/05/2011 às 7:23 pm // Responder

    Modernidade e discurso econômico da Leda Paulani.

    moreira-oliveira@uol.com.br

    Curtir

  82. Marcos Bonfim // 30/05/2011 às 7:49 pm // Responder

    “Os cangaceiros” de Luiz Bernardo Pericás

    Curtir

  83. Em defesa das causas perdidas. Zizek

    Curtir

  84. Marcelo A.F. Lopes // 31/05/2011 às 2:03 pm // Responder

    “a educação para além do capital” daria um ótimo e-book

    @marcelofreire66

    Curtir

  85. Carla Curty // 31/05/2011 às 3:17 pm // Responder

    Acho que “Para Além do Capital” do Istvan Meszáros seria um excelente livro para ter em formato e-book!

    (Preferenciamente, seria ótimo se todo o catálogo fosse disponibilizado em e-book)

    Carla Curty (http://www.facebook.com/carlacurty) – perfil facebook
    carla_curty@yahoo.com.br – email

    Curtir

  86. Ricardo Cesar Rocha da Costa // 31/05/2011 às 9:05 pm // Responder

    Sugiro que a Boitempo disponibilize todo o seu acervo em e-books.

    Como se trata de escolher apenas um, fico com a “Enciclopédia Latinoamericana”, o que facilitaria em muito a possibilidade de consulta.

    Saudações!

    Ricardo

    Curtir

  87. Gostaria de ver em ebook dois grandes livros de Giorgio Agamben: “Estado de exceção” e “O que resta de Auschwitz”. Em tempo, parabenizo a BOI TEMPO pela publicação em E-book dos livros do Zizek !!!
    Abraços,

    Sergio Gomes

    Curtir

  88. QUe tal “Primeiro como tragédia, depois como farsa”? Meu e-mail: tiagogsch@hotmail.com

    Curtir

  89. Rafael Augusto da Silva // 31/05/2011 às 9:46 pm // Responder

    “Para além do capital” de István Meszarós
    É um livro dificílimo de achar em bibliotecas e está esgotado em livrarias.

    raffael.augustooo@gmail.com

    Curtir

  90. Qual livro da Boitempo você gostaria de ter em e-book?

    A ENCICLOPÉDIA LATINOAMERICANA seria ótimo!!!

    Abçs.

    neofcojosivan@yahoo.com.br

    Curtir

  91. Sugiro: “A educação para além do capital”

    juliane_correia@yahoo.com.br

    Curtir

  92. Carlos Cassemiro Casaril // 31/05/2011 às 11:21 pm // Responder

    “O tempo e o cão” de Maria Rita Kehl, este merece até porque já foi premiado em nosso país!

    Curtir

  93. Paulo Rodrigues Gajanigo // 31/05/2011 às 11:24 pm // Responder

    “Para Além do Capital” – livro difícil de encontrar e de carregar. obrigado.

    Curtir

  94. Também concordo que a “Enciclopédia Latinoamericana”, pelo volume de informações, importância histórica e custo pouco acessível, principalmente aos estudantes, deveria ser transformado em livro eletrônico.
    neycohen@bol.com.br

    Curtir

  95. Thiago Corrêa // 01/06/2011 às 12:40 am // Responder

    Adoraria ter “A Visão em Paralaxe” do Zizek em e-book.

    Curtir

  96. Marcelo de Oliveira Assunção // 01/06/2011 às 3:40 am // Responder

    Gostaria de ter “Para Além do Capital”, do Mészáros. Daquele tamanho todo, fica difícil carregar com a gente. Em formato de e-book, poderíamos usá-lo como referência a qualquer momento – e poucos livros merecem tanto serem usados como referência…

    Curtir

  97. Guilherme Roos // 01/06/2011 às 5:13 am // Responder

    “Para além do capital” de Mészáros.Seria excelente ter esta obra em ebook. Primeiro por conta da importância da mesma, segundo por tratar-se de uma obra extensa, imagino que o novo formato seria bastante útil, de fácil manuseio para fins de pesquisa.

    Curtir

  98. Guilherme Roos // 01/06/2011 às 5:15 am // Responder

    “Para além do capital” de Mészáros.Seria excelente ter esta obra em ebook. Primeiro por conta da importância da mesma, segundo por tratar-se de uma obra extensa, imagino que o novo formato seria bastante útil, de fácil manuseio para fins de pesquisa. meu e-mail: guilhermehyde@hotmail.com

    Curtir

  99. Voto em “Estado de Exceção” do Giorgio Agamben porque assim como a obra “Bem vindo ao Deserto do Real” de Zizek nos ajudam a entender o que está acontecendo no mundo atualmente. A resenha de minha autoria sobre o segundo livro será publicada na revista de cinema-história “O Olho da História” n.15
    elidahistoriadora@yahoo.com.br

    Curtir

  100. “Em defesa das causas perdidas será uma excelente opção!”

    Parabéns pela ideia!

    Roni Piuchi

    Curtir

  101. Jorge Luiz Raposo Braga // 01/06/2011 às 12:13 pm // Responder

    Creio que a trilogia de Agamben (Homo Sacer) seria uma boa leitura . Parabéns pela iniciativa.
    Jorge Luiz Raposo Braga
    Niterói-RJ

    Curtir

  102. Tawana Braga Cortes // 01/06/2011 às 12:22 pm // Responder

    A enciclopédia Latino-americana seria excelente!
    Tawana Braga Cortes

    Curtir

  103. José Valdir Spadaccini // 01/06/2011 às 12:26 pm // Responder

    Olá pessoal da Boitempo,

    A minha sugestão é a Enciclopédia Latinoamericana.

    Um abraço e obrigado pelas publicações.

    Curtir

  104. Creio que a trilogia de Agamben (Homo Sacer) seria excelente.
    Jorge Luiz Raposo Braga
    Niterói-RJ

    Curtir

  105. A Ideologia Alemã do Marx!
    mjolf13@hotmail.com

    Curtir

  106. Danilo Altenfelder Colussi Gallo // 01/06/2011 às 1:36 pm // Responder

    Para mim, o e-book que seria fundamental é: a Estética de Lukacs, como faz falta estes livros… Aguardando eles anciosamente.

    Curtir

  107. Rodolfo Cabral // 01/06/2011 às 1:36 pm // Responder

    A Ideologia Alemã!

    rodolfoccabral@yahoo.com.br

    Curtir

  108. Olá,

    Aumento o coro dos que pedem “A Enciclopédia Latinoamericana”! Muito bom como livro de referência, mas meio ruim de tirar de casa e levar para outros lugares.

    Atenciosamente,
    Pedro

    Curtir

  109. Cynthia F. Romao // 01/06/2011 às 1:39 pm // Responder

    Certamente, Os Sobreviventes, do Ruffato.
    Trata-se de uma obra esplendida e que infelizmente está esgotada. Além de um e-book, acho que merecia uma nova reimpressão.

    Curtir

  110. Olá,

    Reforço o coro pela Enciclopédia Latinoamericana: excelente livro de referência, mas muito ruim de tirar de casa e meio chato de procurar certos trechos as vezes.

    Atenciosamente,
    Pedro

    Curtir

  111. Acho que a reedição d’ “O 18 DE BRUMÁRIO DE LUÍS BONAPARTE”, de Karl Marx poderia virar um bom e-book de referência!
    Estevam ( @es3vam no twitter)

    Curtir

  112. luis david saraiva grivol // 01/06/2011 às 2:01 pm // Responder

    Amigos da Boitempo,
    Sugiro o absolutamente essencial “O Poder da Ideologia” de Istvan Meszaros.

    Curtir

  113. Gostaria de ver a enciclopédia “Latinoamericana” em ebook.

    Curtir

  114. Vanessa Pedro // 01/06/2011 às 2:05 pm // Responder

    Gostaria de ter em versão eletrônica a obra de Eric Hobsbawm.

    Curtir

    • boitempoeditorial // 01/06/2011 às 2:25 pm // Responder

      Prezada Vanessa, infelizmente não contemos nenhum livro de Hobsbawn em nosso catálogo. Para participar da promoção, é necessário sugerir um título que já tenhamos publicado em versão física.

      Gratos.

      Curtir

  115. Paulo Souto // 01/06/2011 às 2:57 pm // Responder

    Sugiro a monumental Latinoamericana – Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe! Parabéns pela iniciativa. Abraços a toda a equipe da Boitempo.

    Curtir

  116. Antonio Barcellos // 01/06/2011 às 2:58 pm // Responder

    Bom dia, eu já comprei a Enciclopédia Latinoamericana, mas pela qualidade e importância do seu conteúdo, sugiro que esta obra seja disponibilizada também de forma eletrônica, possivelmente com menor custo, para que mais pessoas possam ter acesso.

    Curtir

  117. Mónica Brun Beveder // 01/06/2011 às 3:37 pm // Responder

    Bem-vindo ao deserto do real

    Curtir

  118. Eu gostaria de “Primeiro como tragédia, depois como farsa”.

    @brausen

    Curtir

  119. “Primeiro como tragédia, depois como farsa”

    sil.terume@gmail.com
    Twitter: SilTerume

    Curtir

  120. Conhecei o Slavoj Žižek através do meu orientador de Dr. Acho a leitura instigante!

    Curtir

  121. Bruno Klein // 01/06/2011 às 4:44 pm // Responder

    Eu gostaria de que o Trabalho e subjetividade ganhasse uma versão digital.

    Abraços.

    bruno.klein@hotmail.com.br

    Curtir

  122. Maurício da Rocha Ribeiro // 01/06/2011 às 5:38 pm // Responder

    O reino e a glória, do G. Agamben, que poderia custar mais barato que o livro de papel, com mais de 300 p.

    Curtir

  123. São tantos títulos, mas um que sinto falta em e-book é “Palavras-chave” do Raymond Williams

    Abraços!
    FF

    Curtir

  124. Para compor minha coleção ainda incipiente de títulos de Agamben, voto no recém-lançado “O reino e a glória”.

    julianasa12@gmail.com
    @jujudiando

    Curtir

  125. André Dias // 01/06/2011 às 6:43 pm // Responder

    Gostaria de ver no suporte do e-book o livro Sobre o Amor, de Leandro Konder.
    Meu e-mail: andrelldias@bol.com.br

    Curtir

  126. Gostaria de ter em e-book o livro recém-lançado “O reino e a glória”, de Giorgio Agamben

    Curtir

  127. Aurea Honorina // 01/06/2011 às 8:22 pm // Responder

    “Para além do capital” de István Mészáros.

    Meu Twitter para o sorteio : @aurealobo

    Curtir

  128. Saulo Freitas // 01/06/2011 às 8:28 pm // Responder

    Tem muitos!!!

    “Trabalho e Subjetividade – O Espírito do Toyotismo na era do Capitalismo Manipulatório” de
    Giovanni Alves

    Meu email: saulolfreitas@gmail.com

    Curtir

  129. Sugiro A visão em Paralaxe, de Slavoj Zizek.

    Curtir

  130. Pedro Fernando Avalone Athayde // 01/06/2011 às 10:38 pm // Responder

    Na minha opinião o livro que deveria ser colocado na versão e-book é “Os Prolegômenos para uma Ontologia do Ser Social” de György Lukács, um livro fundamental para compreendermos o que nos constitui enquanto gênero da raça humana. Um clássico!

    Curtir

  131. Eu quero “Primeiro como tragédia, depois como farsa” 😀

    Curtir

  132. Eu gostaria de ter o “Primeiro como tragédia, depois como farsa” do Zizek.

    Curtir

  133. Thiago Brandão Peres // 01/06/2011 às 11:26 pm // Responder

    De Althusser à Zizek, de Luckács à Mészáros: o que seria de grandes intelectuais, filósofos da praxis, sem “O Capital” de Karl Marx? O lançamento da Crítica à Economia Política em e-book, pela Boitempo, seria unir o “clássico ao tecnológico”.

    Thiago Brandão
    thiagobperes@hotmail.com

    Curtir

  134. leandro henrique miranda avista // 02/06/2011 às 2:32 am // Responder

    Para além do capital – István Mészáros

    lhma6@hotmail.com

    Curtir

  135. Flávia Marinho Duarte dos Santos // 02/06/2011 às 3:48 am // Responder

    Parabéns pela iniciativa. Eu gostaria de ver o “Para Além do Capital”.
    Flávia Marinho

    Curtir

  136. Creio que a Enciclopédia Latinoamericana formatada em e-book seria de extrema contribuição.

    talitaramp@bol.com.br

    Curtir

  137. Gostaria de ter em e-book “Os Mil Platôs” de Deleuze e Gattari.
    Saudações a todos os pensadores e viva a ação!

    Curtir

  138. leandro henrique miranda avista // 02/06/2011 às 12:39 pm // Responder

    “Para além do capital” de István Mészáros.

    lhma6@hotmail.com

    Curtir

  139. Gostaria de ver em ebook o livro de Giorgio Agamben: “O que resta de Auschwitz”, mas que seja apenas um bom começo de uma seqüência de ebooks! porque o compromisso da editora Boitempo deve chegar a todas as culturas de língua portuguesa o mais amplo possível. Compromisso com os avanços democráticos com a qualidade do trabalho e a força do conteúdo me transformam em aliada incontestável para seu fortalecimento Sds!
    Aida Schwab

    Curtir

  140. Eu acreditava nos projetos de esquerda, não nos Governos. Lutei contra a Ditadura e com a queda do comunismo fiquei orfão, sem direção. Hoje trabalho com o 3 setor. Gostaria muito de ler o livro “Em defesa das causas perdidas”.

    Curtir

  141. “O que resta da ditadura” seria ótimo!
    twitter: @Eleni_KK

    Curtir

  142. eu adoraria ver “meu velho centro” no formato e-book!

    Curtir

  143. Que tal Os Jacobinos Negros, sobre a saga de Toussaint L’Ouverture, responsável pela primeira república negra nas américas, o Haiti? Nã consigo comprar esse livro nem no site de vcs, está esgotado? Um abraço!

    Curtir

  144. Meu voto vai pra “Da miséria ideológica à crise do capital”, de Maria Orlanda Pinassi.

    Twitter: @AlliahArt
    Email: alliah.art.insane@gmail.com

    Curtir

  145. Diego Codinhoto // 02/06/2011 às 7:31 pm // Responder

    “O que resta da ditadura”, com certeza.

    Curtir

  146. O reino e a glória, do Giorgio Agamben – só referências fortes de suas obras, mas infelizmente estou sem tempo de ler (e as luzinhas do fretado que pego todo dia (Campinas – São Paulo, São Paulo – Campinas), ao contrário das referências, são fraquíssimas).

    Curtir

  147. Olá,

    Sugiro a Enciclopédia Latinoamericana.

    Atenciosamente,
    Pedro

    Twitter: @pedrohanoi
    Email: hanoi.kinha@gmail.com

    Curtir

  148. Pedro Godeiro // 03/06/2011 às 2:39 am // Responder

    Sugiro a Enciclopédia Latinoamericana.

    Twitter: @pedrohanoi

    Curtir

  149. “Primeiro como tragédia, depois como farsa”

    vgfelix@gmail.com
    @vgfelix

    Curtir

  150. Marcos Vinícius Lustosa Queiroz // 03/06/2011 às 2:17 pm // Responder

    Estado de Exceção, de Giorgio Agamben. 🙂

    twitter: @carecavasco

    Curtir

  151. Jéssica Paula // 03/06/2011 às 2:18 pm // Responder

    O Discreto Charme do Direito Burguês: Ensaios sobre Pachukanis do Márcio Naves.

    @jaypaula

    Curtir

  152. Marconni Marotta // 03/06/2011 às 2:20 pm // Responder

    A enciclopédia “Latinoamericana”. Os padrões atuais requerem obras como esta; e que estejam acessíveis ao grande público…

    twitter: @marconnimarotta

    Curtir

  153. “Qual livro da Boitempo você gostaria de ter em e-book?”
    A enciclopédia “Latinoamericana”, sem dúvida.

    pgadelha@gmx.net

    Curtir

  154. Eu ainda prefiro os livros de papel. Resisto aos livres em pdf. Gosto vê-los na minha estante, fazendo volume. Mas se tivesse que escolher uma obra certamente escolheria “Bem-vindo ao deserto do real”, do Slavoj Zizek.
    @oliveiramark21

    Curtir

    • boitempoeditorial // 03/06/2011 às 2:36 pm // Responder

      Caro Marcos, existe um formato de arquivo chamado ePub que é diferente dos PDFs: próprio à leitura de livros eletrônicos que se adapta aos formatos de leitura digitais (computadores, tablets, eReaders, celulares etc.) preservando o projeto gráfico e diagramação originais da obra impressa.

      É claro que o mesmo não substitui a experiência própria aos livros físicos, mas vale conhecer (o formato apresenta a possibilidade de sublinhar e fazer anotações no texto, realizar pesquisa por palavras ao longo do texto, dentre outras).

      No caso, o livro que você sugeriu – “Bem-vindo ao deserto do Real!” já está disponível em ePub (http://ja.lc/zizek1/) em versão exclusivamente ilustrada (não apresentando custos maiores para inserção de conteúdo colorido, o formato eletrônico permite diferenciações em relação aos livros físicos.

      Para participar do sorteio, faz-se necessário que sugiro um título que ainda não publicamos em e-books (atualmente, temos a Coleção Marx e Engels e os dois primeiros livros do Žižek publicados por nós – “Bem-vindo” e “Às portas da revolução”).

      Curtir

  155. Profanações, de Giorgio Agamben.

    twitter: giselaaw

    Curtir

  156. Luiz Gustavo Porfirio // 03/06/2011 às 4:42 pm // Responder

    A ideologia Alemã daria um ótimo ebook por causa de notas explicativas e de tradução.

    Curtir

  157. Rodrigo Santos // 03/06/2011 às 4:51 pm // Responder

    Os sentidos do trabalho – Ricardo Antunes

    Um abraço.

    rodrigo_fisico@yahoo.com.br

    Curtir

  158. albana luna balestrs // 03/06/2011 às 5:42 pm // Responder

    Lacrimae rerum. allgrupos@gmail.com

    Curtir

  159. Marcio Rodrigues de Castro // 30/07/2016 às 9:39 pm // Responder

    Gostaria de ver na BoiTempo a Agnes Heller, Aristóteles e o mundo antigo

    Curtir

1 Trackback / Pingback

  1. Lançamentos da Boitempo em ebook (setembro de 2011) | Blog da Boitempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: