🎧 Rádio Boitempo: um podcast para todas as esquerdas

Já está no ar a Rádio Boitempo: um podcast para todas as esquerdas!

Com episódios às quintas-feiras, o podcast da editora Boitempo traz entrevistas, debates, séries e leituras essenciais para a esquerda radical, para a esquerda caviar, para a esquerda liberal, para a esquerda festiva, para a esquerda cansada e para a esquerda vacinada.

A temporada de 2022 tem como tema central a democracia. Na primeira semana do mês teremos o quadro Conversas camaradas, em que convidados especiais se unem à equipe da editora para debater um de nossos últimos lançamentos. Na segunda semana é a vez Léxico Marx, quadro em que conceitos-chave do instrumental marxiano serão destrinchados por alguns dos maiores estudiosos da obra do nosso barbudo predileto. Já na terceira semana, autoras, amigas e parceiras da editora leem trechos preferidos de livros centrais para a sua biblioteca no quadro Megafone. Por fim, na última semana do mês recuperamos debates e aulas da TV Boitempo conectados ao tema da temporada no Acervo Boitempo. E ainda teremos alguns episódios extras com surpresas para os nossos ouvintes. Siga a Rádio Boitempo no seu agregador de podcasts preferido e não perca nenhum episódio!


Temporada 2022 – Democracia

No primeiro episódio de Conversas camaradas, recebemos Nubia Moreira e Thiago Amparo para uma conserva sobre o livro Bem mais que ideias: a interseccionalidade como teoria social crítica, lançamento da socióloga estadunidense Patricia Hill Collins. Qual o lugar do livro na obra da autora? Como a interseccionalidade pode ser uma ferramenta de transformação da ordem social? Qual a relação entre interseccionalidade e justiça social? Essas e outras questões são debatidas pelos nossos convidados juntamente com Lígia Colares, da equipe de comunicação da editora Boitempo.

📕 Bem mais que ideias: a interseccionalidade como teoria social crítica, de Patricia Hill Collins
📕 Interseccionalidade, de Patricia Hill Collins e Sirma Bilge
📕 Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento, de Patricia Hill Collins
📕 Margem Esquerda #32, com o artigo “Por uma política de empoderamento”, de Patricia Hill Collins

📺 Assista também ao debate de lançamento de Bem mais que ideias na TV Boitempo, nosso canal do YouTube, com Bruna Pereira, Elaini Gonzaga e mediação de Sara Wagner.


No primeiro episódio de Léxico Marx, quadro em que conceitos-chave do instrumental marxiano serão destrinchados por alguns dos maiores estudiosos da obra do nosso barbudo predileto, Mauro Iasi introduz o multifacetado conceito de “ideologia”. O professor da Escola de Serviço Social da UFRJ comenta o lugar do conceito no interior da teoria marxiana, discutindo sua relação com as temáticas da alienação, da crítica da religião e da dominação burguesa, explicando os mecanismos de operação da ideologia no interior do sistema capitalista.

📕 A ideologia alemã, de Karl Marx e Friedrich Engels
📕 Crítica da filosofia do direito de Hegel, de Karl Marx
📕 O capital: crítica da economia política, de Karl Marx


No primeiro episódio de Megafone, quadro em que autoras, amigas e parceiras da editora leem trechos preferidos de livros centrais para a sua biblioteca, Virgínia Fontes lê os Grundrisse, de Karl Marx. A historiadora e professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) apresenta o ponto sobre o método da economia política presente na lendária obra de Marx.

📕 Grundrisse, de Karl Marx


No primeiro episódio do Acervo Boitempo, quadro em que resgatamos debates e aulas da TV Boitempo conectados ao tema da temporada, recuperamos uma das aulas mais vistas em nosso canal do YouTube: uma breve história da democracia, com Marilena Chaui, filósofa e professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. A aula fez parte do Seminário Democracia em colapso, realizado pelo Sesc São Paulo e pela Boitempo, em 2019. Marilena Chaui explicita como o nascimento da política na Grécia dá origem à democracia, conceito que desaparece no decorrer da história ocidental até ressurgir como democracia liberal (no século XIX) e como democracia social (no século XX). Neste amplo panorama da democracia ao longo da história mundial, são ainda abordadas as diferenças entre essas duas formas democráticas e sua destruição pelo neoliberalismo.

📚 O livreto “Democracia em colapso” pode ser baixado gratuitamente em formato PDF clicando aqui.


Neste episódio extra da Rádio Boitempo, selecionamos um trecho do histórico audiolivro do Manifesto comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels, narrado por José Paulo Netto e disponível nas principais lojas de audiolivros do Brasil. Proletários de todos os países, uni-vos!

🎧 Adquira o audiolivro completo do Manifesto comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels

📕 Manifesto comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels


Neste segundo episódio de Conversas camaradas recebemos Ingrid Cyfer e Nathalie Bressiani para uma conserva sobre o livro Justiça interrompida: reflexões críticas sobre a condição “pós-socialista”, lançamento da filósofa estadunidense Nancy Fraser. O que seria a condição pós-socialista? Como os conceitos de redistribuição e reconhecimento se relacionam e qual sua importância para a justiça social? Qual feminismo é defendido pela autora e com quais teóricas ela dialoga? Essas e outras questões são debatidas pelas nossas convidadas juntamente com Tulio Candiotto, da equipe de comunicação da editora Boitempo.

📕 Justiça interrompida: reflexões críticas sobre a condição “pós-socialista”, de Nancy Fraser
📕 Feminismo para os 99%: um manifesto, de Nancy Fraser, Cinzia Arruzza e Tithi Bhattacharya 
📕 Capitalismo em debate: uma conversa na teoria crítica, de Nancy Fraser e Rahel Jaeggi

📺 Assista também ao debate de lançamento de Justiça interrompida: reflexões críticas sobre a condição “pós-socialista”, na TV Boitempo, nosso canal do YouTube, com Ana Claudia Lopes, Flávia Biroli e Nathalie Bressiani e mediação de Beatriz Rodrigues Sanchez.


No segundo episódio de Léxico Marx, quadro em que conceitos-chave do instrumental marxiano são destrinchados por alguns dos maiores estudiosos da obra do nosso barbudo predileto, o sociólogo do trabalho Ricardo Antunes apresenta o conceito marxiano de alienação, desde sua primeira formulação nos Manuscritos econômico-filosóficos, de 1844, até seu sentido na obra marxiana tardia, ressaltando sua atualidade para entender o mundo hoje.

📕 Manuscritos econômico-filosóficos, de Karl Marx
📕 Crítica da filosofia do direito de Hegel, de Karl Marx
📕 O capital: crítica da economia política, de Karl Marx
📕 A ideologia alemã, de Karl Marx e Friedrich Engels
📕 A teoria da alienação em Marx, de István Mészáros


Neste segundo episódio de Megafone, Rita von Hunty lê o prefácio de Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade, de Raymond Williams, no quadro em que autoras, amigas e parceiras da editora leem trechos preferidos de livros centrais para a sua biblioteca. 

📕 Palavras-chave, de Raymond Williams


Neste segundo episódio do Acervo Boitempo recuperamos a conversa “Psicanálise como crítica”, com Christian Dunker, Vera Iaconelli e mediação de Paulo Bueno, que faz parte da série “Democracia no divã”, em que Christian Dunker recebe diversos convidados para pensar como a psicanálise contribui para a tradição crítica, para a reflexão histórica sobre a democracia e também para a revalorização da palavra em sua ação direta pelos sujeitos. A série marca o lançamento de Lacan e a democracia: clínica e crítica em tempos sombrios, de Christian Dunker.

📕 Lacan e a democracia, de Christian Dunker
📕 O ódio à democracia, de Jacques Rancière
📕 A difícil democracia, de Boaventura de Sousa Santos
📕 Brasil: neoliberalismo versus democracia, de Alfredo Saad Filho e Lecio Morais
📕 Democracia contra capitalismo, de Ellen Meiksins Wood
📕 Democracia e luta de classes, de Vladímir Lênin
📕 Gênero, neoconservadorismo e democracia, de Flávia Biroli, Maria das Dores Campos Machado e Juan Marco Vaggione
📕 Brasil: uma biografia não autorizada, de Francisco de Oliveira
📕 A democracia pode ser assim, de Equipo Plantel

📺 Assista os demais episódios da série “Democracia no divã”, com Christian Dunker recebendo Maria Homem, Guilherme Boulos, Vladimir Safatle e Alysson Mascaro.


Neste episódio de Conversas camaradas recebemos Antonio Carlos Mazzeo e Renata Cotrim para um debate sobre os 100 anos do PCB e a obra de um de seus fundadores: Astrojildo Pereira. Qual o contexto nacional e internacional de fundação do PCB em 1922? Qual o papel de Astrojildo Pereira nesse processo? Como Astrojildo Pereira articulou política e cultura em seus escritos e qual a atualidade de suas análises sobre o fascismo? Essas e outras questões são respondidas pelos nossos convidados juntamente com Isabella Meucci, da equipe de comunicação da editora Boitempo.

📕Sinfonia inacabada, de Antonio Carlos Mazzeo
📕URSS Itália Brasil, de Astrojildo Pereira
📕Interpretações, de Astrojildo Pereira
📕Machado de Assis: ensaios e apontamentos avulsos, de Astrojildo Pereira
📕Formação do PCB: 1922-1928, de Astrojildo Pereira
📕Crítica impura, de Astrojildo Pereira
📕O revolucionário cordial, de Martin Cezar Feijó

📺 Assista também à série de debates de lançamento da Coleção Astrojildo Pereira na TV Boitempo, com nomes como José Paulo Netto, Joselia Aguiar, Marcos Del Roio, Sofia Manzano, Flávio Aguiar e Marly Vianna.


No terceiro episódio de Léxico Marx, a historiadora Virgínia Fontes apresenta o famigerado conceito de “acumulação primitiva” no interior da obra de Marx. Explicando o contexto e as origens do conceito no Livro I de O Capital, ela discute também os debates posteriores em torno dele, feitos por Lênin, Rosa Luxemburgo e David Harvey, entre outros, e reflete sobre sua atualidade no capitalismo contemporâneo. 

📕O Capital, de Karl Marx
📕A loucura da razão econômica: Marx e o capital no século XXI, de David Harvey
📕Os sentidos do mundo: textos essenciais, de David Harvey
📕O que fazer?: questões candentes de nosso movimento, de Vladímir Lênin
📕As armas da crítica: antologia do pensamento de esquerda, com textos de Karl Marx, Friedrich Engels, Rosa Luxemburgo, Antonio Gramsci, Leon Trótski e Vladímir Lênin


A Rádio Boitempo tem coordenação de Isabella Meucci e Kim Doria, produção executiva de Isabella Meucci e Lígia Colares, roteiros de Isabella Meucci, Lígia Colares e Tulio Candiotto, edição de som de Fabiana Gibim e Jessica Soares, arte de Uva Costriuba e apoio de Marissol Robles e Marina Valeriano.

%d blogueiros gostam disto: