epidemia

Žižek: A dialética paralisada da pandemia

20/07/2020 // 2 comentários

Nossa vida social não está paralisada por estarmos tendo que obedecer a regras de isolamento social e quarentena – nesses momentos de aparente paralisia, as coisas estão mudando radicalmente. A rejeição ao lockdown é na verdade uma rejeição à mudança. [...]

O meteoro

15/07/2020 // 1 comentário

O pequeno livro de Žižek sobre a pandemia revela como o projeto de atualizar a ideia do comunismo não pode prescindir de um confronto com as contingências irracionais (os “meteoros”) que emergem a cada nova crise da sociedade capitalista — contingências essas que abrem, certamente, novos potenciais solidários, mas também colocam, como hoje, novos perigos. [...]

Žižek: Morte no paraíso: violência policial, pandemia e o crime do capital

01/06/2020 // 2 comentários

Slavoj Žižek / "A crise atual trouxe à tona as consequências bastante materiais do abismo de classe nos Estados Unidos: não se trata apenas de uma questão de riqueza e pobreza, é também (e de maneira bastante literal) uma questão de vida e morte – tanto no que diz respeito à violência policial quanto no que diz respeito à pandemia do novo coronavírus." [...]

Žižek: Sexo em tempos de coronavírus

26/05/2020 // 8 comentários

Slavoj Žižek / "A pandemia definitivamente deve alavancar a prática de jogos sexuais sem contato corporal. Com sorte, no entanto, emergirá disso tudo também uma nova apreciação pela intimidade física, e lembraremos que o contato corporal constitui, ele próprio, um caminho para a espiritualidade." [...]

Agamben sendo Agamben: por que não?

16/05/2020 // 6 comentários

Talvez a incompreensão que tem sido patente em relação ao posicionamento de Agamben diante do coronavírus se dê porque é muito duro admitir que acatamos como possível a captura de todas as dimensões da vida humana por uma lógica de pura manutenção de sua existência. [...]

Agamben sendo Agamben: o filósofo e a invenção da pandemia

12/05/2020 // 16 comentários

"O diagnóstico de Agamben a respeito da covid-19 antecede a análise dos fenômenos, o que faz parecer que ele está mais comprometido com a sua própria filosofia do que com o mundo que ela quer explicar. O resultado é uma análise que chega às raias do rompimento com a verdade factual e que não tem sensibilidade para os impactos da pandemia nas camadas mais vulneráveis da população. " [...]

Cuba e o coronavírus

13/04/2020 // 2 comentários

Por Luiz Bernardo Pericás / "O país demonstra seu compromisso inabalável não só com o bem-estar de seus cidadãos, como também tem dado exemplo de competência e solidariedade internacional." [...]