• fora-temer

    Nada pode ser pior do que Dilma?

    Por Christian Dunker / "O impeachment da presidenta Dilma conseguiu reunir as duas patologias da lei. Justiça com as próprias mãos e higienização de seus executores. Onde estão os que queriam a limpeza do país e diziam que Dilma era a primeira e depois viriam os outros? Onde estão os covardes que se escondem atrás da patologia da lei? Os que se juntam no 'bom senso' desaparecem na hora de assumir que quem quer fora Dilma, quer fora Temer. Caso contrário: golpe." [...]
  • para entender o golpe blog

    Para entender o Golpe

    Por Luis Felipe Miguel / "A reflexão sobre o golpe de 2016 impõe a adoção de uma moldura teórica capaz de abranger o conflito social para além de sua expressão nas instituições vigentes." [...]
  • pokemon go

    Pokémon Go: temos que resistir

    Sam Kriss faz uma leitura marxista do novo fenômeno mundial da indústria cultural contemporânea: o Pokémon Go. E provoca: "Se algo como o Pokémon Go realmente tivesse a capacidade de tornar os adultos crianças novamente, ele poderia até ter algum valor. O que ele efetivamente faz é algo bem diferente." [...]

Últimas colunas

Mais lidas

Na estante da Boitempo

Dossiês especiais

TV Boitempo

Busca

Boitempo no Facebook

Boitempo no Instagram

DEBATE "ANGELA DAVIS E A REVOLUÇÃO DA MULHER NEGRA" NO CCJ

Rosane Borges e Djamila Ribeiro debatem MULHERES, RAÇA E CLASSE, de Angela Davis no @ccjuventude, com mediação de Juliana Borges. Casa lotada para discutir a intersecção de feminismo, antirracismo e luta de classes. 
#MulheresRaçaeClasse #AngelaDavis #RosaneBorges #DjamilaRibeiro #JulianaBorges #CCJ #feminismo #feminismonegro #Marx #feminismonaBoitempo #Boitempo

Boitempo no Twitter

Revista da Boitempo

Assinatura anual

Duas edições, desconto de 10%
R$ 60,00
R$ 54,00

Assinatura bi-anual

Quatro edições, desconto de 15%
R$ 120,00
R$ 102,00

Margem Esquerda

A revista da Boitempo traz ensaios de fôlego sobre os principais acontecimentos de nosso tempo e sobre a conjuntura sociopolítica no Brasil e no mundo, além de estudos sobre os clássicos do marxismo e entrevistas aprofundadas que traçam trajetória intelectual, política e cultural de figuras de destaque na esquerda de hoje, no Brasil e no mundo. Desde 2003, a publicação semestral vem contribuindo de forma decisiva para a difusão do pensamento crítico, consolidando-se como um importante espaço de debate teórico e político da esquerda brasileira.